Uma visão do que me rodeia

Sempre que escrevo neste blog, será sempre a minha visão pessoal e politica do que se passa á minha volta e no meu dia a dia, nada mais do que isso.

Serra da Freita - distrito Viseu

Serra da Freita - distrito Viseu
Frecha da Mizarela - a sua beleza vale o desvio pela serra.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Boas Festas

Desejo a todos os que me visitam Um Bom Natal e que o Ano de 2010 seja melhor que este.
E que Queluz sinta os ares da mudança.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Assembleia de Freguesia de Queluz

Ontem realizou-se a Assembleia de Freguesia de Queluz, tendo como um dos principais pontos de discussão as Grandes Opções do Plano, o Orçamento, o Plano Plurianual de Actividades (PPA), e, o Plano Plurianual de Investimentos (PPI), para o de 2010.Todo estes pontos foram aprovados por maioria.
Pela sua importância transcrevo na integra a declaração de voto da CDU, assim:

Declaração de voto
Após ponderada apreciação, os vogais da CDU à Assembleia de Freguesia de Queluz, optaram pelo voto favorável das propostas de Orçamento, PPA e PPI apresentadas pelo Executivo da Junta de Freguesia.
Se por um lado, a CDU toma esta decisão na certeza de que as ditas propostas não traduzem a solução ideal para os problemas da freguesia e muito menos a resposta que a CDU daria aos desafios que a cidade enfrenta, aprovamo-la na certeza de que constitui um passo positivo em relação à anterior proposta e um marco de mudança real de política, cujo eco desejamos encontrar na acção concreta deste mandato.
Neste sentido, e ainda que insuficiente, destacamos o valor de uma primeira perspectiva de acção direccionada para a juventude; a procura do trabalho conjunto com as outras freguesias da cidade de Queluz, a total reformulação da política cultural que surge agora mais rica e valorizada e o investimento justo e meritório na contratação de uma técnica de acção social.
No mesmo espírito de crítica construtiva, não deixamos de assinalar o subfinanciamento da freguesia, cujo montante orçamental se assemelha em grande medida ao de 2004 apesar do incremento das dificuldades sentidas e das responsabilidades acrescidas. Por outro lado, denunciamos a redução e estagnação das receitas correntes e de capital, que voltam a surgir mais baixas e sem alterações significativas.
Pelo exposto, a bancada da CDU da Assembleia de Freguesia de Queluz aprova a proposta de Orçamento, PPA e PPI.
Os vogais da CDU,

Também não quero deixar de realçar uma maior participação dos cidadãos, ainda que eu deseja que venha a ser em maior número nas próximas Assembleias a realizar.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Participe na assembleia de Freguesia

Tem lugar no próximo dia 15 de Dezembro de 2009, pelas 21h00, na Sala Multiusos Fernão Ribeiro Leitão (Na Rua dos Combatentes), a Sessão Ordinária da Assembleia de Freguesia com a seguinte ordem de trabalhos:

1. Assuntos de interesse da Freguesia, relevantes e urgentes, nos termos do ponto 3 do artigo 26º do Regimento;
2. Orçamentos para 2010;
3. Grandes Opções do plano 2010;
4.Plano Plurianual de Investimentos(PPI) e Plano Plurianual das Acções mais relevantes(PPA);
5. Relatório Síntese - 4ª Trimestre 2009;
6. Análise Financeira - 4º Trimestre de 2009;
7. Mapa de Pessoal;
8. Taxas;
9. Regimento da Assembleia de Freguesia

As Sessões da Assembleia de Freguesia são públicas, podendo os cidadãos participar e intervir, para isso têm que se inscrever antes do inicio da Assembleia.

Assim faço o apelo para que participem nesta reunião publica para que possamos levar a bom termo uma gestão da nossa freguesia cada vez mais participada pelos cidadãos e com melhores resultados.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Reunião Publica Junta Queluz

Parece que a Freguesia de Queluz, não tem problemas para serem colocados pelos seus cidadãos, pois na primeira reunião publica do novo executivo da Junta de Freguesia, só estiveram presentes 6 fregueses.
Para uma terra com aproximadamente vinte e quatro mil eleitores, estas 6 presenças dão uma ideia da pouca participação dos cidadãos no que diz respeito ao seu interesse para ajudar a encontrar soluções para que a nossa terra dê o salto em frente no caminho do desenvolvimento.
Espero que em próximas reuniões publicas, nomeadamente reuniões do Executivo da Junta de Freguesia ou nas Assembleias de Freguesia, haja uma maior participação dos Queluzenses.
Assim já no próximo dia 15 de Dezembro pelas 21 horas vai ter lugar a Assembleia de Freguesia onde será discutido o Orçamento, as Grandes
Opções para o ano de 2010, entre outros pontos da ordem de trabalhos.
Desde já apelo à participação dos cidadãos de Queluz.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Junta Freguesia de Queluz

Amigos,

Hoje dia 30 Novembro pelas 18h30m, realiza-se a Reunião Publica do Executivo da Junta Freguesia de Queluz, no edíficio da Junta situado na Av. Conde Almeida Araújo.
A vossa participação é um direito cívico que deve ser exercido para que o poder local esteja cada vez mais próximo das populações.
Participem, levem-nos as vossas opiniões e ideias, para que assim possamos realizar um melhor trabalho.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Executivo Junta Freguesia de Queluz

A CDU aceitou pertencer ao executivo da Junta de Freguesia de Queluz, para o mandato 2009-2013, na perspectiva de poder contribuir com o seu trabalho, a sua intervenção e entrega na defesa dos interesses das populações, na promoção das condições de vida local e na luta pela construção de uma vida melhor.

Assim a CDU tem neste executivo dois vogais, que terão os seguintes pelouros.

Manuel Guedelha - Mercados e Feiras; Actividades Económicas; Defesa do Consumidor; Saneamento.

Gustavo Estevens - Cultura; Autocarro.

Desde já nos encontramos à disposição dos Queluzenses para nestas áreas (e não só) podermos receber opiniões e ajudas para que possamos no fim sentir que conseguimos atingir os objectivos pretendidos.

Mais tarde darei alguns dados sobre as nossas propostas para as grandes opções do plano de 2010, que irão ser apresentadas à Assembleia de Freguesia de Queluz, para a sua aprovação.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Chamou-se a atenção, mas...

Em 28 de Abril de 2009, a CDU apresentou na Assembleia de Freguesia de Queluz, uma moção de censura à Câmara Municipal de Sintra que entre outras coisas afirmava no seu ponto 2:
"
2. Continuam sem andamento outros projectos para Queluz, nomeadamente:
- Casa onde viveu Stuart Carvalhais; Fecho do Ferro Velho na zona do Mirante; Passagem para o uso público da Quinta Nova;
Requalificação do Trânsito da freguesia com a construção de novos parques de estacionamento.
Neste contexto, a Assembleia de Freguesia de Queluz, na sua reunião de 28 de Abril de 2009, decide aprovar um voto de censura ao executivo camarário por toda a falta de investimento nesta freguesia.”

Parecia que estavamos a adivinhar que alguma coisa poderia se passar, como se veio agora a verificar com a demolição da casa onde viveu Stuart carvalhais.
Só lembro de que esta moção foi chumbada na altura com os votos contra da Coligação Mais Sintra e com a abstenção do Partido Socialista.

É pena que estes alertas não sirvam de lição para alguns.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Raiva contra a indiferença

Não quero de deixar de expressar a minha raiva pela indiferença com que a Câmara Municipal de Sintra e a Junta de Freguesia de Queluz, ao longo destes últimos mandatos têm tratado Queluz.
Agora assistimos num abrir e fechar de olhos à destruição da casa onde viveu Stuart Carvalhais.
Não quero de deixar de apontar o dedo para sobretudo a Câmara Municipal que nada tem feito e não tem intervido para parar com esta destruição de um património cultural e arquitétónico que ao longo dos anos tem desaparecido na nossa freguesia.
A CDU e eu pessoalmente sempre tem defendido que esta casa deveria ter sido adquirida pela autarquia e possibilitar a criação do Museu Stuart Carvalhais, como também defendeu na altura a aquisição do nosso antigo cinema para a construção de um Centro Cultural .
Mas os nossos dirigentes camarários sempre têm demonstrado um total desrespeito pela nossa terra.
Por isso cada vez é mais necessário que discutamos e avancemos para a separação do Concelho de Sintra e a criação do Concelho de Queluz.

Meus senhores que estão em Sintra, deixem-nos tomar conta da nossa terra, não a deixem destruir.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Agradecimento

Com o acto eleitoral de domingo, fechou-se mais um ciclo na nossa terra.
Um acto em que os Queluzenses apostaram na continuidade do mesmo presidente de Junta de Freguesia, assim todas as prespectivas de mudança que existiam durante a campanha eleitoral não se traduziram no momento da votação.
Espero que nestes próximos quatro anos tanto da parte da Câmara Municipal, como do executivo da Junta de Freguesia, não se esqueçam de Queluz e que as obras prometidas não sejam de novo metidas na gaveta como têm sido ao longo destes últimos mandatos.
A CDU não deixará de pôr em causa toda uma politica vazia que nos seja imposta e continuará a lutar, tanto na Assembleia de Freguesia como por todos os meios que tenha à disposição, para que Queluz mude e que os seus habitantes gostem de cá viver.
Não quero deixar de agradecer todo o apoio e carinho que existiu para com a candidatura da CDU, que eu encabecei com todo o gosto e paixão.
Um até já.

Manuel Guedelha

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Programa Integral da CDU para Queluz

O SEU VOTO PODE MUDAR QUELUZ


Com a CDU, soluções de qualidade para os problemas de Queluz.

A CDU, ao candidatar-se à Assembleia de Freguesia de Queluz, fá-lo com uma lista de mulheres e de homens que garantem, acima de tudo, seriedade na abordagem dos problemas e determinação na procura de melhores soluções para os resolver.

Para a CDU Queluz tem área e população que justifica a elevação a Concelho, em parceria com outras freguesias limítrofes.
Assim os eleitos da CDU comprometem-se a promover o debate sobre a criação do Concelho de Queluz.

Para a CDU a cidade de Queluz tem vindo a perder, nos últimos anos muito da sua identidade, estando a tornar-se em mais um dormitório “cinzento” e sem interesses. Tal tem-se devido às politicas de total desincentivo à cultura, à juventude e à aposta em projectos sérios de apoio à população.

Acreditamos que uma cidade, para que mereça de facto esse título deve ter muito mais do que apenas população. Rejeitamos a ideia que Queluz seja uma cidade de segunda categoria. Exigiremos todas as infra-estruturas, e apoios financeiros que uma cidade deve ter

Exigiremos também, junto da Câmara Municipal de Sintra que sejam descentralizadas mais competências para a Junta de Freguesia, acompanhadas dos respectivos suportes financeiros para que seja dada uma resposta mais eficaz aos problemas das populações em diversas áreas.

Propomo-nos trabalhar empenhadamente com honestidade e competência tendo em vista alcançar os objectivos essenciais de uma gestão local CDU:


OS NOSSOS COMPROMISSOS

– Saúde

As deficientes instalações do Centro de Saúde, na Rua dos Lusíadas, aparecem hoje como um dos problemas mais sentidos na freguesia.
A CDU compromete-se a:
• lutar pela construção de um novo Centro de Saúde;
• lutar pela construção do novo Hospital no Concelho;
• defender a melhoria da prestação de cuidados e funcionamento do Hospital Amadora-Sintra, como unidade inteiramente integrada no Serviço Nacional de Saúde;
• defender o funcionamento activo e regular da Comissão Consultiva de Saúde;
• lutar pela criação de um Centro de Atendimento a toxicodependentes, com a finalidade de minorar os muitos problemas relacionados com este drama.
• promover a criação de um gabinete de orientação para questões sociais aos Queluzenses;

– Segurança

A CDU compromete-se a:
• lutar por uma melhor iluminação pública;
• exigir que a esquadra da PSP de Queluz seja dotada dos meios humanos e equipamentos necessários de forma a permitir um combate mais eficaz à criminalidade violenta e um adequado policiamento de proximidade;
• colaborar com as Associações de Pais, Associações de Estudantes, Conselhos Executivos e PSP na análise da problemática da segurança nas escolas de Queluz.
• lutar contra a insegurança através da dinamização de actividades nas ruas da freguesia e da ocupação de espaços camarários, até hoje fechados e sem utilidade, para criação de projectos culturais artísticos e sociais que visem a participação e acompanhamento da população.

– Cultura

Para que uma politica cultural seja uma realidade em Queluz, a CDU compromete-se a:
• desenvolver esforços para a criação de uma Casa da Cultura;
• criação de um programa cultural específico para Queluz, dinâmico, diversificado e em colaboração com Associações, Colectividades, Cooperativas, Grupos e Artistas, estimulando a criação e a fruição cultural na freguesia;
• lutar pela instalação de um cine-teatro, dando assim uma vida cultural nocturna que a freguesia tanto precisa;
• procurar um novo entendimento com a direcção do Palácio Nacional de Queluz, visando uma melhor abertura dos seus programas aos Queluzenses;
• promover a criação de um núcleo documental e museológico com vista à preservação da memória colectiva;
• colaborar com os artistas da freguesia, criando apoios à cultura, atribuindo prémios a projectos artísticos bem fundamentados e de interesse para a comunidade;

– Requalificação Urbana

A CDU compromete-se a:
• CONTINUAR A LUTA CONTRA A COLOCAÇÃO DE PARQUÍMETROS NA FREGUESIA ;
• aumentar e melhorar os espaços verdes na freguesia;
• eliminar barreiras arquitectónicas nos espaços exteriores através do rebaixamento de passeios e criação de rampas de acesso, construindo uma Queluz para todos;
• participar na apreciação de novas urbanizações ou construções, cujos projectos se situem na área da freguesia.
• lutar pela recuperação do património histórico-arquitectonico da freguesia:
• lutar pela recuperação da casa de Stuart de Carvalhais para a sua transformação num museu do artista.
• lutar pela construção de um novo Mercado Municipal
• lutar pela requalificação do Jardim, do Parque Infantil, e, do edifício existentes na Alameda Conde Almeida Araújo
• exigir à CMS a aquisição de espaço situado na Rua de Timor (Pavilhões da F.N.P.T.) para a instalação de actividades desportivas e culturais;

– Juventude

A CDU assume o compromisso de:
• formar um grupo de trabalho, integrando organizações juvenis, para a elaboração de um programa anual de actividades destinado aos jovens;
• lutar pela criação de uma Casa da Juventude.
• dar apoio aos jovens em situações de risco com a colaboração de um psicólogo;

– Terceira Idade

A CDU propõe-se:
• promover acções de apoio à população mais idosa, com a colaboração de instituições da área social existentes na freguesia;
• melhorar o mobiliário urbano dos espaços frequentados por pessoas idosas;
• promover actividades lúdicas e culturais em colaboração com as Instituições locais;

– Transportes e acessibilidades

A CDU compromete-se a:
• exigir à CMS o ordenamento do trânsito na freguesia e colaborar com esta no estudo da implementação de novas áreas de estacionamento;
• reivindicar a reformulação e aumento da oferta de transportes públicos rodoviários;

– Desporto

A CDU compromete-se a:
• dinamizar todas as iniciativas desportivas e culturais em conjunto com as Colectividades e Associações da Freguesia;
• relançar os Jogos Tradicionais, adequando espaço para o efeito;
• fomentar torneios inter-escolares em colaboração com as escolas.
• criação de circuitos de manutenção nalgumas zonas da freguesia;
• recuperação e manutenção regular do mobiliário urbano desportivo destruído nos parques;
• construir uma Parede de Escalada em Queluz;

9 – Ambiente e Ecologia

A CDU compromete-se a:
• exigir junto dos órgãos competentes a recuperação da Mata da Matinha de Queluz para usufruto da população, em condições de segurança e garantindo a sua conservação;
• conjuntamente com outros cidadãos organizados, a instalação de um espaço de lazer, no antigo viveiro do Instituto de Estradas de Portugal (Quinta Nova), trazendo assim benefícios à população, bem como a recuperação do património histórico.
• exigir mais ecopontos, e melhor distribuídos
• exigir a limpeza do Rio Jamor e a sua conservação;
• exigir da CMS a recuperação da Mata do Mirante incluindo a aquisição do edifício aí existente;
• promover acções de sensibilização junto da população e nas escolas para: a reciclagem; o civismo; a recolha dos dejectos caninos e o respeito pela natureza;

– Comunicação com os Queluzenses

A CDU compromete-se a;
• intensificar e melhorar a comunicação com os habitantes de Queluz, através do contacto directo e permanente com todos, para a resolução célere e atempada dos problemas da população;
• dar conhecimento à população da realização das reuniões do executivo e das assembleias de freguesia, assim como das suas decisões;
• continuar a denunciar situações em que a população da freguesia seja prejudicada;

Convivio de 2 Outubro

No dia 2 de Outubro pelas 21h30 - na Rua Dr. Manuel Arriaga (Junto aos Arcos)
a CDU irá promover um momento de Poesia e Música que servirá também para apresentação da lista à Junta de Freguesia de Queluz.

Desde já convido todos os apoiantes para estarem presentes, e participarem neste convívio.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Mural


Ontem acabamos de fazer um mural na Rua dos Lusíadas.
De uma parede suja, demos-lhe uma imagem bonita.
Como é possível dar uma imagem mais colorida às nossas ruas.
Vão ver merece a pena.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Inquérito á população

A CDU de Queluz deu inicio a um inquérito á população da freguesia, para que na feitura do Programa Eleitoral para as eleições autárquicas de 2009 possamos ter em consideração a opinião dos Queluzenses.
Como se pretende que este programa vá ao encontro dos mais sentidos anseios de quem vive e trabalha em Queluz, no sentido de tornar esta Freguesia num local onde dê gosto viver em todas as vertentes de Qualidade de Vida, assim peço que dê o seu contributo para este nosso projecto.
Para poderem obter o referido questionário poderão enviar o pedido para o email: mjbguedelha@hotmail.com , que eu enviarei na resposta o respectivo questionário.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Loja Av.Républica

Que gestão do executivo da Junta é esta?
A Junta de Queluz, tem desde 2004 uma loja na Av.da Républica (que custou 70.000 €), fechada sem lhe dar qualquer utilização.
Quando foi feita a aquisição desta loja tinha como principal objectivo, transferir-se alguns serviços da Junta para esta loja,em virtude de as condições de trabalho e de atendimento existentes nas instalações da Junta não serem as melhores, nem para os trabalhadores nem para os cidadãos que aí se deslocam.
Mas passados 5 anos tudo continua na mesma, e a loja continua fechada, apesar de além do valor de custo, o executivo da Junta já ter lá gasto mais algumas verbas nos arranjos entretanto executados.
Queluz não se pode dar ao luxo de ter assim património sem ser aproveitado, por toda esta passividade Queluz tem de mudar.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Limpeza das ruas e passeios




Cada dia que passa vimos que a limpeza das nossas ruas e dos nossos passeios se vai degradando.

Muitos passeios começam a ser invadidos por ervas daninhas, e, outras plantas.

Até as couves já começam a ganhar o seu espaço, como exemplo na Rua D. Pedro IV parece que está a começar uma horta comunitária, conforme a imagem da foto do local.

Cremos que tanto a Câmara Municipal como a Junta de Freguesia deviam fazer mais para que este problema deixe de o ser, e não será questão de verbas a aplicar, mas sim falta de iniciativa e de capacidade para o resolver.

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Moção sobre segurança

Moção apresentada pela CDU na sessão extraordinária da Assembleia de Freguesia de Queluz, de 28 Maio de 2009.
Esta moção foi chumbada com os votos contra do Partido Socialista e da Coligação Mais Sintra.


Considerando que:

1. Tem-se assistido nos últimos meses a um aumento de criminalidade na freguesia de Queluz, a exemplo do que acontece na generalidade do País.
2. O aumento da criminalidade violenta é consequência da degradação da situação social e económica que a política deste Governo tem vindo a provocar e é potenciada pela ruptura dos programas de polícia de proximidade, traduzida na gritante escassez de agentes policiais afectos a missões de policiamento.
3. A ausência de uma resposta adequada, e eficaz, ao acréscimo da criminalidade, deve-se igualmente aos cortes orçamentais que atingem o funcionamento e operacionalidade das forças policiais, à falta de coordenação e formação adequadas e à precariedade das condições de serviço dos profissionais das polícias
4. São necessárias políticas de desenvolvimento integrado de justiça social e de melhoria da qualidade de vida – no plano económico e cultural, no plano da melhoria do espaço urbano, da criação de estruturas de apoio às famílias, às crianças e aos jovens, da inserção e defesa dos direitos dos imigrantes e das minorias étnicas, da prevenção e tratamento da toxicodependência.
5. Que as questões relacionadas com a segurança em geral só encontrarão soluções adequadas quando forem sustentadas em opções políticas de serviço público, numa polícia preventiva, próxima, com visibilidade e envolvimento das comunidades, e com uma actuação proporcionada, no respeito pela Constituição e pelos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos, incluindo os próprios profissionais de polícia.

Pelo exposto, a Assembleia de Freguesia de Queluz, na sua reunião de 28 de Maio de 2009, decide manifestar que é indispensável na actual situação alterar profundamente as orientações fundamentais da política de segurança interna e da actuação das forças policiais, que represente um salto qualitativo no policiamento de proximidade e com visibilidade, de combate resoluto ao crime organizado e violento, a modernização das Forças de Segurança, e, a dignificação do estatuto dos seus profissionais, medidas estas geradoras de uma efectiva segurança e tranquilidade para as populações, as comunidades e o País.

Sendo esta moção aprovada deverá a mesma ser remetida:
• Ao Ministro da Administração Interna.
• À Câmara Municipal de Sintra na figura do seu Presidente e Vereadores;
• à Assembleia Municipal de Sintra, na figura do seu Presidente e Deputados Municipais;

Deverá igualmente ser remetida aos órgãos de comunicação social regionais.



Queluz, 28 de Maio de 2009.

Os Vogais da CDU – Coligação Democrática Unitária

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Intervenção na Apresentação da Candidatura 16 Maio 2009



Camaradas e amigos,

Aceitei ser o cabeça de lista da CDU para as eleições autárquicas a realizar em Outubro, porque sei que a CDU é a única força política que ganhando a Junta de Freguesia de Queluz, irá ter como objectivo principal fazer com que os Queluzenses sintam como é bom viver em Queluz.

A CDU só poderá prometer agora uma coisa, o de trabalhar em prol dos habitantes de Queluz, e, tudo faremos para cumprir esta promessa ao longo dos próximos 4 anos.

Na Assembleia de Freguesia actual, eu e outros membros da CDU, temos exercido um mandato de muita intervenção e acção na procura das melhores soluções para a nossa Freguesia.

A bancada da CDU tem ao longo deste mandato, lutado através das suas intervenções, através de moções, de recomendações, e de outros meios, na esperança de que Queluz seja uma freguesia diferente da apatia a que a CMS e o actual executivo da Junta muito nos tem sujeitado.

Este executivo da Junta de Freguesia, do PS/Coligação Mais Sintra, não tem conseguido fazer uma política para que Queluz deixe de ser um dormitório, não tem conseguido traçar uma política cultural que Queluz necessita, não tem tido uma política direccionada à Juventude, não tem tido uma política direccionada aos idosos.

Assistimos a uma gestão individualista, sem auscultação dos Queluzenses, e, onde a sua participação tem sido evitada, tanto a nível das reuniões públicas da Junta de Freguesia, como também nas reuniões da Assembleia de Freguesia, tem sido pouco incentivada a participação popular. A CDU se tiver a Presidência da Junta de Freguesia tudo fará para inverter esta situação.

A CDU, como responsável pela futura governação da freguesia de Queluz, ao contrário deste executivo PS/Coligação Mais Sintra, irá promover uma política de defesa do meio ambiente, uma política que promova a participação dos habitantes da freguesia na procura de soluções para muda-la para melhor e para que seja bom viver em Queluz.

É necessário realizar uma politica direccionada para os interesses dos Jovens e dos idosos, dois sectores da população com peso na freguesia e que nos últimos anos foram esquecidos pelo actual executivo da junta.

É preciso que se faça algo para o apoio ao comércio local, nomeadamente a construção de um novo Mercado de Queluz pois cada dia que passa a sua degradação cada vez é maior, até parece que a CMS quer o seu fecho.


Na freguesia de Queluz fizemos e continuaremos a fazer com que certas medidas tomadas pela CMS e pelo executivo da Junta, nomeadamente a questão dos parquímetros, não avancem sem que haja um projecto de trânsito para Queluz, em que sejam criados os estacionamentos necessários, as requalificações de ruas e passeios, e, em que não seja privatizado o espaço público.

É de salientar todo o trabalho que a CDU de Queluz fez na informação e na mobilização da população, quando vieram à discussão pública os projectos sobre os parquímetros propostos pela CMS e pelo Executivo da Junta. Com este trabalho conseguimos mobilizar a população para a participação na Assembleia de Freguesia, e esta participação foi a mais concorrida destes últimos anos, e graças a esta mobilização conseguimos travar para já os tão famigerados parquímetros nas nossas ruas.

Lutámos e continuaremos a lutar pela construção de um novo Centro de Saúde em Queluz, pois o actual não tem condições para o atendimento da população.


Lutámos e continuaremos a lutar por outras obras necessárias para que a qualidade de vida da população seja melhorada, não só na freguesia como em toda a cidade de Queluz.

Lutámos e continuaremos a lutar para que espaços como a Mata da Matinha e a Quinta Nova sejam para usufruto da população de Queluz, e, que não se destrua toda uma mancha verde que nos congratulamos de existir em Queluz.

Junto da Câmara exerceremos pressão para que, Queluz deixe de ser, como tem acontecido ao longo destes dois últimos mandatos, uma Freguesia esquecida, não se tendo assistido por parte desta ao cumprimento das promessas de obras que já há vários anos têm sido apresentadas e sem que tivessem sido executadas, nomeadamente:

- Mercado Municipal de Queluz; Centro de Saúde de Queluz; Parque Felício Loureiro—3ª e 4ª fase; Continuação do projecto da Biblioteca Ruy Belo; Requalificação dos Moinhos da Quinta do Mirante e da Praceta Acácio Barreiros; Requalificação da Mata da Matinha; Ligação pedonal à Mata da Matinha; continuação da Estrada N117 ao longo do Rio Jamor; requalificação do Mercado Antigo de Queluz; Intervenção Urbana da Zona entre o Aqueduto e o Parque Felício Loureiro; Casa da Juventude; Edifício e o Parque Infantil do Jardim Conde Almeida Araújo; Casa onde viveu Stuart Carvalhais; Fecho do Ferro Velho na zona do Mirante; Passagem para o uso público da Quinta Nova; Requalificação do Trânsito da freguesia com a construção de novos parques de estacionamento.
A CMS volvidos quase 8 anos, desde que a Vereadora da CDU - Guadalupe Gonçalves deu ínicio ao processo de requalificação da Av. Miguel Bombarda, vem agora começar as obras. Como diz o povo vale mais tarde do que nunca!
A CDU congratula-se com esta obra, pois foi no remoto ano 2001 que CDU tendo a responsabilidade do Pelouro da Requalificação Urbana deu inicio ao projecto, mas, no entanto, não podemos deixar de lamentar a inércia com que a maioria PSD/CDS governa a Câmara.
Este projecto de requalificação da Av. Miguel Bombarda não é um acto isolado, inseria-se num projecto alargado de requalificação de Queluz. Por isso importa questionar a governação da Autarquia sobre o início das restantes obras.
A freguesia de Queluz que tem sido votada ao esquecimento pelos sucessivos governos da Câmara de Sintra, (tanto do PS, como do PSD e, do CDS), merece melhor e não pode ser só em ano de eleições que se fazem obras!

Camaradas e amigos,
Para atingirmos o resultado final, ou seja a vitória nas próximas eleições autárquicas de Outubro, temos todos de lutar e trabalhar para que seja possível a mudança na Freguesia de Queluz, e também na própria Câmara Municipal de Sintra. É preciso que a CDU tenha mais força pois só assim é que cada vez mais as lutas que iremos travar, em prol da melhoria da qualidade de vida dos habitantes de Queluz, serão vencidas.

Assim todos nós temos que nos empenhar em passar a mensagem da CDU para os nossos amigos, para os nossos vizinhos, passar a mensagem na rua onde moramos no lugar onde fazemos as compras, pois a nossa principal propaganda é a que fizermos diariamente junto da população.

E quando na véspera das eleições sentirmos que demos o nosso melhor nesta campanha, quando sentirmos que fazer mais não era possível, então estaremos de consciência tranquila e com a certeza de que os resultados da CDU nos darão uma alegria e mais força para continuar a luta, pois ela não pára no acto eleitoral de Outubro, pois este não é mais do que um passo para o resultado final desejado.

Que Queluz, seja uma freguesia em que dê gosto viver!!!

Viva Queluz!!!

Viva a Cidade de Queluz!!!

Viva a CDU

domingo, 10 de maio de 2009

Candidato à Junta de Freguesia

Aceitei com honra ser o candidato da CDU à eleição para Presidente da Junta de Freguesia de Queluz por sentir que é preciso mudar a política existente na nossa freguesia.
Sou o candidato da CDU à Junta de Freguesia de Queluz, nas eleições de Outubro, porque acho que só a CDU é que poderá fazer com que Queluz venha a sofrer uma mudança à politica que tem sido executada pelo PS nestes últimos 16 anos.
Sinto que Queluz a cada ano que passa, tem vindo a ser esquecida pelo poder existente na CMS e não tem sido defendida pelo executivos da Junta que têm governado.
É preciso que defendamos com todas as nossas forças Queluz, para isso temos que traçar objectivos para estes 4 anos que aí vêm.
Como candidato e futuro presidente da Junta comprometo-me com os eleitores a trabalhar para que Queluz sinta uma mudança, e para que cada um de nós sinta prazer em viver em Queluz.
Comprometo-me em traçar uma política para a juventude e para os idosos, duas faixas com grande influência na nossa freguesia.
Também com o comércio local procurarei criar iniciativas conjuntas para que os Queluzenses voltem a apoiar o nosso comércio, e assim tornarmos as nossas ruas mais vivas.
Uma coisa posso agora afirmar é que como presidente da Junta irei a exercer o cargo a tempo inteiro, para trabalhar em prol da nossa freguesia, pois penso que esta nossa freguesia necessita que o seu presidente esteja a tempo inteiro para poder responder ás questões dos habitantes de Queluz.
Lutarei e exercerei junto das entidades competentes, para que seja construído um novo Centro de Saúde em Queluz, seja construído um novo Mercado Municipal, para que a Mata da Matinha e a Quinta Nova sejam entregues para usufruto da população de Queluz.
Muito poderia dizer em relação à falta de obras na nossa Freguesia, mas noutra altura focarei este tema. assim hoje quero é deixar claro que me entregarei a tempo inteiro em defesa de Queluz, e desde já afirmo que Queluz só tem a ganhar com a criação de um novo Concelho, e que para isso as forças políticas têm de assumir a real necessidade de avançar com esta nossa aspiração que já existe à dezenas de anos.

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Intervenção no comício da CDU em Massamá em 08-05-2009

Camaradas e amigos,

Saúdo em nome da organização da CDU da Freguesia de Queluz a realização deste comício conjunto da nossa cidade.

Assim como fazemos esta iniciativa em comum, também a CDU sempre tem defendido que os três executivos autárquicos da cidade deviam ter uma agenda em comum para a realização de actividades pontuais para o universo da cidade de Queluz.

Até hoje, passados quase 12 anos desde a criação desta nossa cidade, os presidentes das Juntas de Queluz, Massamá, e Monte Abraão nada fizeram para que na cidade de Queluz houvesse um aproximar entre as freguesias, por exemplo, a comemoração do aniversário da criação da cidade – 24 Julho – devia ser uma manifestação condigna e não o deixar passar sem qualquer referência.

Temos todos de lutar e trabalhar para que em Outubro aconteça a mudança nestas nossas Freguesias, e também na própria Câmara Municipal de Sintra. As eleições Europeias que se realizam em Junho são também um momento importante para a nossa Cidade, é preciso que a CDU tenha mais força pois só assim é que cada vez mais as lutas que iremos travar, em prol da melhoria da qualidade de vida dos habitantes de Queluz, serão vencidas.

Na freguesia de Queluz fizemos e continuaremos a fazer com que medidas tomadas pela CMS e pelo executivo da Junta, nomeadamente a questão dos parquímetros não avance, sem que haja uma politica concertado de todo um projecto de trânsito em Queluz, em que sejam criados estacionamentos necessários, requalificações de ruas e passeios, e, em que não seja privatizado o espaço público.

Lutámos e continuaremos a lutar pela construção de um novo Centro de Saúde em Queluz (pois o actual não tem condições para o atendimento da população).

Lutámos e continuaremos a lutar por outras obras necessárias a que a qualidade de vida da população seja melhorada não só na freguesia como em toda a cidade de Queluz.

Lutámos e continuaremos a lutar para que espaços como a Mata da Matinha e a Quinta Nova sejam para usufruto da população de Queluz, e, que não se destrua toda uma mancha verde que nos congratulamos existir em Queluz.

A CDU como responsável pela futura governação da freguesia de Queluz, ao contrário deste executivo PS/Coligação Mais Sintra, irá promover uma política de defesa do meio ambiente, uma política que promova a participação dos habitantes da freguesia na procura de soluções para mudar Queluz para melhor e para que seja bom viver em Queluz.

É necessário realizar uma politica direccionada para os interesses dos Jovens e dos idosos, dois sectores da população com peso na freguesia e que nos últimos anos pouco foi feito pelo actual executivo da junta.

É preciso que se faça algo para o apoio ao comércio local, nomeadamente a construção de um novo Mercado de Queluz pois cada dia que passa a sua degradação cada vez é maior, até parece que a CMS quer é o seu fecho.

Assim todos nós temos que nos empenhar em passar a mensagem da CDU para os nossos vizinhos, passar a mensagem na rua onde moramos no lugar onde fazemos as compras, pois a nossa principal propaganda é a que fizermos diariamente junto da população.

E quando na véspera das eleições sentirmos que demos o nosso melhor nesta campanha, quando sentirmos que fazer mais não era possível, então estaremos de consciência tranquila e de certeza que os resultados da CDU nos darão uma alegria e mais força para se continuar a luta, pois ela não pára no acto eleitoral, que não é mais do que um passo para o resultado final.

Vivam as Freguesias de Queluz, Massamá, e, Monte Abraão.

Viva a Cidade de Queluz

Viva a CDU

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Recomendação Quinta Nova

Considerando que:
A Quinta Nova da cidade de Queluz é propriedade do Estado, classificada como imóvel disponível para rentabilização nos termos previstos na Lei de Programação das Infra-Estruturas Militares, localizada entre o Palácio de Queluz, o IC 19 e o quartel do Exército, e que pela falta de alternativas se tornou, há muito tempo, num espaço de lazer apreciado por praticantes de jogging e caminhada.

A Quinta Nova de Queluz é atravessada pela ribeira das aves e é ocupada por uma mata densa, cruzada por caminhos de terra batida e composta por espécies arbóreas de grande porte, com destaque para pinheiros e sobreiros, além de grande variedade de arbustos, e, para além disso tem uma zona de antigas hortas e dispõe de um complexo sistema de rega assente em dois tanques de pedra de grandes dimensões e num aqueduto de arcos que transporta a água das minas na mata, destacando-se ainda o centenário miradouro encostado ao IC19.

Há 70 anos que a Quinta Nova é ocupada pela empresa Estradas de Portugal que recentemente chegou a fazer um investimento público avultado na reabilitação no antigo edifício e tendo tomado agora a decisão de concentrar todas os serviços nas instalações em Almada.

Com esta mudança de instalações assiste-se ao primeiro passo para que a Quinta Nova de Queluz fique disponível para a "rentabilização nos termos previstos na Lei de Programação das Infra-Estruturas Militares."

Na 27.ª Reunião Ordinária Privada da Câmara Municipal de Sintra realizada nos Paços do Concelho, no dia 16 de Janeiro de 2003, foi apresentada a Proposta n.º 16 – GG/2003, subscrita pela Vereadora Guadalupe Gonçalves, a qual pretendia “Aprovar o Estudo Preliminar de Intervenção Urbana na Praça do Palácio de Queluz, Quinta da Matinha e Área Adjacente ao Bairro Almeida Araújo para se iniciarem os contactos com as diversas entidades envolvidas, designadamente IPPAR, INAG, IEP e ICN”, proposta que foi aprovada por unanimidade, estando presentes todos os vereadores em representação de todas as forças políticas de então.

Em suma, no âmbito da intervenção Operacional Estratégica de Queluz pretendia-se criar uma malha verde ligada ao “Continuum naturale”, concretizando ainda acções de reabilitação urbana na zona e criação de percursos pedonais entre as áreas verdes urbanas e os Vales da Ribeiras do Jamor e Carenque.

Dessa proposta foram concluídas algumas intervenções que muito beneficiaram a freguesia de Queluz mas não se conseguiu avançar na transformação de Parque Urbano para usufruto pleno da população dos terrenos pertencentes à Quinta Nova.

Assim, a Assembleia de Freguesia de Queluz, reunida em Assembleia Ordinária de 28 Abril de 2009, recomenda que a Câmara Municipal de Sintra recupere a proposta 16-GG/2003 e encete diligências para a transformação da Quinta Nova em Parque Urbano, dando assim continuidade à proposta aprovada por unanimidade relativa à Intervenção Operacional Estratégica de Queluz.


Sendo esta moção aprovada deverá a mesma ser remetida:
• à Câmara Municipal de Sintra na figura do seu Presidente e Vereadores;
• à Assembleia Municipal de Sintra, na figura do seu Presidente e Deputados Municipais;
Deverá igualmente ser remetida aos órgãos de comunicação social regionais.
Queluz, 28 de Abril de 2009.

Os Vogais da CDU – Coligação Democrática Unitária

Recomendação Ginásio Clube Queluz

Considerando que:
1. O Ginásio Clube de Queluz, fundado em 20 Maio de 1959, completa este ano o seu 50º aniversário.
2. Sendo uma instituição que, ao longo destes anos, tem tido uma actividade em prol da população, não só do Bairro onde se encontra situado, como de toda a Freguesia de Queluz.
3. Sendo um clube que sempre se distinguiu pelas suas actividades na área desportiva e cultural, tendo em algumas delas, nomeadamente na Ginástica e no Tiro com Arco, atingido resultados de grande nível tanto nacional como internacional.

Neste contexto, a Assembleia de Freguesia de Queluz, na sua reunião de 28 de Abril de 2009, decide aprovar uma recomendação à Câmara Municipal de Sintra, no sentido da atribuição da medalha de ouro do Concelho de Sintra ao Ginásio Clube de Queluz.

Sendo esta moção aprovada deverá a mesma ser remetida:
• à Câmara Municipal de Sintra na figura do seu Presidente e Vereadores;
• à Assembleia Municipal de Sintra, na figura do seu Presidente e Deputados Municipais;
• à Direcção do Ginásio Clube de Queluz;
Deverá igualmente ser remetida aos órgãos de comunicação social regionais.
Queluz, 28 de Abril de 2009.
Os Vogais da CDU – Coligação Democrática Unitária

Moção 1º Maio

Desde finais do Século XIX, o dia 1º Maio é considerado o Dia do Trabalhador, em homenagem à luta dos operários de Chicago brutalmente reprimidos quando lutavam em defesa de melhores condições de trabalho.
No tempo do fascismo em Portugal as manifestações que se faziam nesse dia eram brutalmente reprimidas pelas forças policiais e pela GNR a cavalo, havendo agressões, prisões e mesmo mortes.
Após o 25 Abril o 1º de Maio, sem deixar de ser um dia de luta, passou a ser também uma festa.
Este ano, em que os trabalhadores têm visto os seus direitos postos em causa,
Em que o desemprego aumenta todos os dias assustadoramente, em que o nível de vida baixou e só os ricos não sentem agravar-se as condições de subsistência, em que o novo código do trabalho veio ainda agravar a situação, o dia será, certamente, mais de luta do que de festa.
Mas à que não baixar os braços nesta luta diária, a desistência não pode ter lugar nas nossas vidas.
Face ao exposto, a Assembleia de Freguesia de Queluz, na sua reunião de 28 de Abril de 2009, manifesta a sua solidariedade com aqueles para quem o desemprego é uma dura realidade e saúda todos os trabalhadores na certeza de que a luta pelos direitos e pela justiça levarão, inevitavelmente, a um futuro mais risonho.
Exorta-os ainda a participar nas, certamente, grandiosas manifestações que se irão realizar no 1º de Maio.
Viva 1º de Maio
Vivam os trabalhadores
Viva Portugal

Sendo esta moção aprovada deverá a mesma ser remetida:
• à Câmara Municipal de Sintra na figura do seu Presidente e Vereadores;
• à Assembleia Municipal de Sintra, na figura do seu Presidente e Deputados Municipais;
• à CGTP – Confederação Geral Trabalhadores Portugueses;
• à UGT – União Geral Trabalhadores;

Deverá igualmente ser remetida aos órgãos de comunicação social regionais.



Queluz, 28 de Abril de 2009.

Os Vogais da CDU – Coligação Democrática Unitária

Moção 25 Abril

A 25 de Abril de 1974 Portugal acordou de um pesadelo de 48 anos de ditadura fascista, para uma nova era de Liberdade.
Um grupo de heróicos capitães e de outros militares deitou por terra a tristeza, o cinzentismo, o desalento em que o nosso povo vivia, pondo ainda fim a uma guerra iníqua que vitimou tantos jovens, quer portugueses, quer dos povos que reivindicavam a seu direito à Liberdade.
Durante os 48 anos do chamado “Estado Novo”, muitos lutaram para manter acesa a esperança na Liberdade, desde os que procuravam espalhar informação sobre o que se passava no País e no estrangeiro, aos que usavam a escrita e a canção como uma arma, até aqueles que, por delito de opinião, foram presos, torturados e mortos.
Passaram 35 anos; as condições de vida do povo português estão muito longe daquelas com que sonhámos então.
Como Sérgio Godinho diz:
- Só há Liberdade a sério quando houver
- Paz
- Pão
- Educação
- Saúde
- Habitação
Ora, além de vermos o nível de vida a descer diariamente, com a vaga de despedimentos, o aumento do desemprego, a degradação do Serviço Nacional de Saúde, da Educação e da Justiça, assistimos ainda, frequentemente, a um branqueamento do fascismo e das suas figuras de proa de uma forma afrontosa.
Os democratas, das mais diversas tendências, não podem ficar indiferentes a esta situação.
Há que manter viva a memória do que era o fascismo para que todos, novos e velhos, tenham plena consciência do valor da Liberdade.
Há que devolver os valores e os direitos que estão a ser roubados, e não permitir qualquer retorno ao passado.
E há que manter a esperança num futuro melhor que há-de vir, se por ele lutarmos.
Pelo exposto a Assembleia de Freguesia de Queluz, na sua reunião de 28 de Abril de 2009, saúda:
- todos os resistentes ao fascismo;
- os valorosos militares de Abril;
- todos os que continuam a lutar em defesa dos ideais da Revolução dos cravos.

Viva o 25 de Abril
Viva Portugal
Sendo esta moção aprovada deverá a mesma ser remetida:
• à Associação 25 de Abril;
• à Câmara Municipal de Sintra, na figura do seu Presidente e Vereadores;
• à Assembleia Municipal de Sintra, na figura do seu Presidente e Deputados Municipais;
• à Associação de Deficientes das Forças Armadas;

Deverá igualmente ser remetida aos órgãos de comunicação social regionais.

Queluz, 28 de Abril de 2009.
Os Vogais da CDU – Coligação Democrática Unitária

Moção Censura à Câmara Municipal de Sintra

No dia 28 de Abril em reunião ordinária da Assembleia de Freguesia, a bancada da CDU, apresentou uma moção de censura à Câmara Municipal de Sintra.
Dada a sua importância transcrevemos na íntegra o texto da moção apresentada:
“Considerando que:
1. Queluz tem sido uma Freguesia esquecida por parte da Câmara Municipal de Sintra, não se tendo assistido por parte desta ao cumprimento das promessas de obras que já há vários anos têm sido apresentadas e sem que tivessem sido executadas, nomeadamente:
- Mercado Municipal de Queluz; Centro de Saúde de Queluz; Parque Felício Loureiro—3ª e 4ª fase; Continuação do projecto da Biblioteca Ruy Belo; Requalificação dos Moinhos da Quinta do Mirante e da Praceta Acácio Barreiros; Requalificação da Mata da Matinha; Ligação pedonal à Mata da Matinha; continuação da Estrada N117 ao longo do Rio Jamor; requalificação do Mercado Antigo de Queluz; Intervenção Urbana da Zona entre o Aqueduto e o Parque Felício Loureiro; Casa da Juventude; Edifício e o Parque Infantil do Jardim Conde Almeida Araújo.
2. Continuam sem andamento outros projectos para Queluz, nomeadamente:
- Casa onde viveu Stuart Carvalhais; Fecho do Ferro Velho na zona do Mirante; Passagem para o uso público da Quinta Nova;
Requalificação do Trânsito da freguesia com a construção de novos parques de estacionamento.
Neste contexto, a Assembleia de Freguesia de Queluz, na sua reunião de 28 de Abril de 2009, decide aprovar um voto de censura ao executivo camarário por toda a falta de investimento nesta freguesia.”

Ao apresentar esta moção a CDU pretendeu, sobretudo, alertar para a falta de investimento tão necessário para a requalificação da nossa Freguesia.
Foi pena que graças aos votos contra da Coligação Mais Sintra e à abstenção do PS esta moção tenha sido chumbada, é, estranho que o PS que tanto diz que a CMS não transfere as verbas necessárias e que não faz as obras que Queluz precisa, perante uma moção de condenação da politica da Câmara, não tenha votado a favor.
Esperamos que um novo ciclo de realização de obras comece, a Freguesia de Queluz, que tem sido votada ao esquecimento pelos sucessivos governos da Câmara PS/PSD/CDS, merece melhor! Não pode ser só em ano de eleições que se fazem obras!

sábado, 25 de abril de 2009

25 Abril


Hoje quando acordei, lembrei o longínquo dia de 1974, em que ao levantar ás 7 horas da manhã a primeira coisa que minha mãe me disse “era de que havia confusão em Lisboa”.
Mas como sempre, fiz a mesma rotina, indo apanhar o comboio das 7h29m para o Cacém, e para a vida de estudante da Escola Técnica Ferreira Dias, sem calcular que a confusão iria transbordar num novo nascer para a vida.
Chegados à escola, fomos avisados de que não havia aulas, e por este dado na minha cabeça chegou um sinal de que em Lisboa algo importante estava a acontecer, pois o não haver aulas naquela altura talvez só em caso de terramoto ou outra catástrofe natural. Pois se em 1968 com as grandes cheias que aconteceram em Queluz, as aulas nem foram suspensas, pelo menos assim podíamos fazer sorna e aproveitar esta licença forçada.
Mas com o meu amigo Acácio, passamos praticamente a manhã na estação da CP à espera que houvesse de novo circulação de comboios, e, aí através da rádio ficamos conhecedores que era um golpe de estado o que estava acontecer.
Hoje recordando todo esse tempo após a revolução de Abril, em que esperança e alegria andava na cara das pessoas, em que o futuro era construído pedra a pedra pelas nossas mãos, e, passados 35 anos ver toda esta imundice em que praticamente se volta de novo a viver, em que estes governantes, alguns que tudo devem à revolução, voltam a ser arrogantes, com a postura do eu quero posso e mando, como acontecia nesses tempos longínquos de antes 25 Abril 1974, ver tudo o que se conquistou com a revolução ser destruído, e, ver de novo os grandes grupos de monopólios económicos a serem reconstruídos, e, a miséria a avançar para o povo.
Com tudo o que consigo ver só apetece dizer que o 25 de Abril tem de acontecer de novo, cada um de nós tem de aprender a dizer aos que estão lá em cima de que nós os de baixo não queremos ser governados assim.

Viva o 25 Abril Sempre

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Parece mentira mas as famosas obras da Av. Miguel Bombarda vão avançar, passados tantos anos (já antes do 25 Abril de 1974) se falava nestas obras mas elas aí vêm.
É bom saber que volvidos quase 8 anos desde que a Vereadora da CDU (Guadalupe Gonçalves) deu inicio ao processo de requalificação da Av. Miguel Bombarda a Câmara de Sintra começa agora as obras. (Como diz o povo vale mais tarde do que nunca!)
A CDU congratula-se com estas obras não podendo no entanto de lamentar a inércia com que a maioria PSD/CDS governa a Câmara pois foi no remoto ano 2001 que CDU teve a responsabilidade do Pelouro da Requalificação Urbana e que deu inicio ao projecto.
Este projecto de requalificação da Av. Miguel Bombarda não é um acto isolado inseria-se num projecto alargado de requalificação de Queluz. Por isso importa questionar a governação da Autarquia sobre o início das restantes obras como por exemplo do prolongamento do parque Felício Loureiro.
Também é de esperar que,apesar dos problemas sempre causados por obras mais complexas, na medida do possível sejam evitados os maiores transtornos aos habitantes e aos comerciantes desta zona.
Esperemos que um novo ciclo comece com obras pois a freguesia de Queluz, que tem sido votada ao esquecimento pelos sucessivos governos da Câmara PS/PSD/CDS, merece melhor e não pode ser só em ano de eleições que se fazem obras!

domingo, 5 de abril de 2009

Queluz em lista de espera

Queluz continua em lista de espera relativamente ás obras projectadas para a freguesia e que continuam sem se ver a sua execução. Se os projectos fossem executados ( e não só publicitados com toda a pompa e circunstância), hoje a Freguesia de Queluz seria completamente diferente, mas com os diversos executivos da Câmara Municipal e com o executivo da Junta, continuamos a nadar a passo de caracol.

Assim é bom não esquecer de que se continua á espera que avancem nomeadamente as seguintes obras:

- Centro de Saúde que desde sempre a CDU tem criticado e exigido que seja construído um novo centro pois o actual nunca teve condições para as funções que lhe é exigido, e hoje cada vez mais se vai deteriorando.

- Mercado Municipal de Queluz – é necessário que se avance com o projecto para a sua requalificação e de toda a zona envolvente com criação de estacionamento no subsolo - já em Março de 2003 estavam em curso os estudos de viabilidade deste projecto, estudos que avançaram através da CDU com a sua vereadora na altura Guadalupe.

Quem ainda vai ao mercado assiste cada dia á sua degradação e ao abandono e fecho de lojas por parte de comerciantes.

- Parque Felício Loureiro, passados uma dezena de anos continuamos á espera de que a CMS procede á continuação do projecto realizando a 3ª e 4ª fase (já em Março de 2003 o Presidente da Junta de Freguesia de Queluz afirmava num dos seus anúncios de propaganda de que existia verba no orçamento da CMS , mas até hoje nem sinal da obra) prolongamento do parque através das traseiras da Av.Miguel Bombarda e da margem esquerda do Jamor.

- A Requalificação da Av.Miguel Bombarda (Segundo o Boletim da Junta de Freguesia se Maio, parece que agora é que vai arrancar em Setembro), que já em 2002 o Presidente Seara assumia esta obra. Também nesta altura foi falado a concretização do projecto da Variante á Estrada Nacional 117 (ligação desde a Rotundo do Jamor até á estrada de Belas numa rotunda a criar a saída do pendão) que permitiria requalificar o próprio transito que passa na Av. Miguel Bombarda.

- Requalificação do Mercado Antigo de Queluz (Rua Mateus Vicente Oliveira), tendo sido já dado o parecer positivo em 2003 por parte do Executivo da Junta de Freguesia da altura(PS – CDU) relativamente á proposta programa funcional enviado pela CMS.

Projecto que permitiria a criação de mais um espaço verde para a população, também a criação de mais um parque estacionamento subterrâneo em vários níveis, e, a valorização da rua como eixo pedonal vocacionado para o comércio.

- Também em 2003, se assistiu ao Estudo de Tráfego e ordenamento da circulação e do estacionamento que até hoje nada se sabe sobre a sua aplicação ou não.

- Para quando a Ponte pedonal de ligação do palácio de Queluz á mata da matinha, projecto apresentado pelo vereador Luís Duque em 2004 e que se continua a aguardar.

Também deve ser tido em conta a própria ligação pedonal entre Queluz e Queluz de Baixo que hoje é feita através da via de tráfego automóvel com todos os riscos inerentes para a população.

Manuel Guedelha
Vogal da CDU da Assembleia Freguesia de Queluz
(resumo de intervenção realizada na Assembleia de 30 de Junho)

sábado, 4 de abril de 2009

Quiosque Parque Felício Loureiro

Hoje escrevo sobre uma pequena amostra da apatia que existe relativamente aos problemas da Freguesia de Queluz, quer pela C.M.Sintra quer pela Junta Freguesia de Queluz

DESCUBRA AS DIFERENÇAS


Foto tirada quando da visita da CDU em 7 Março 2009

Foto tirada depois da visita da CDU em 28 Março 2009

Pois é a C.M.Sintra ou a Junta actuou logo mal o problema foi levantado pelos cartazes postos na rua pela CDU, o que fico á espera é que não seja só retirar o quiosque ardido, mas que a requalificação do local (que já vai á uns 5 anos para ser executado), também seja feito pela C.M.Sintra.

quarta-feira, 25 de março de 2009

Zona da Alameda – Cova Funda – Felício Loureiro

No dia 7 de Março pelas 10h00, a CDU percorreu a zona da Alameda, Cova Funda e Parque Felício Loureiro, contactando com a população, a fim de conhecer quais os principais problemas destas zonas de Queluz


Casa Stuart Carvalhais
A casa onde viveu Stuart Carvalhais está cada vez mais degradada e com aspecto abandonado. A CDU propõe que esta casa se torne mais útil à população, transformando-a numa casa-museu.


Ribanceira sem protecção
Na zona da Cova funda, perto do aqueduto, existe uma ribanceira sem qualquer protecção, tornando-a perigosa quer para adultos, quer para crianças.


Parque Felício Loureiro esquecido
Casas de banho vandalizadas ou que nunca chegaram a funcionar e restos de uma estrutura que ardeu (e que foi outrora um café) mostram que o Parque Felício Loureiro, grande ponto de encontro da população, está a ser alvo de um grande descuido.



Parque Infantil do Jardim Conde Almeida Araújo
O abandono de um dos espaços mais importantes da Freguesia de Queluz não pode continuar. Urge recuperar o Parque Infantil do Jardim Conde Almeida Araújo, local de referência para tantas gerações.


Fontanário da Zona Histórica esquecido
Pequeno jardim localizado na zona Histórica de Queluz, enquadrado na envolvente do Palácio de Queluz, apresenta sinais de abandono, sendo lamentável o estado em que se encontra o escoamento das águas do fontanário.

terça-feira, 17 de março de 2009

Parque Infantil do Jardim Conde Almeida Araújo

A CDU sempre defendeu, e sempre se bateu pela recuperação do espaço conhecido como Parque Infantil no Jardim Conde Almeida Araújo. Ao contrário daquilo que é afirmado no último número do Boletim da Junta de Freguesia de Queluz.
Não poderia a CDU deixar por esclarecer o motivo pelo qual votou contra a moção apresentada pelo PS na Assembleia de Freguesia do dia 18 Dezembro, assim:
- Considerando que na Assembleia realizada no dia 25 Novembro de 2008, tinha sido apresentado o projecto de Recuperação do Parque Infantil (de salientar que este projecto não incluía a recuperação do edifício ali existente, que consideramos ser fundamental vir a recuperar), e que todas as forças políticas deram o seu parecer favorável a este projecto.
- Considerando de que o referido projecto foi enviado ao executivo da Junta em Junho de 2008, para que fosse dado o parecer, e que este estranhamente só em Novembro é que foi enviado para a Assembleia de Freguesia tomar conhecimento.
- Considerando que passado 20 dias, de forma desfasada e oportunista, o PS surge com uma moção em que se pretende dar a entender que não existia vontade para que a obra pudesse avançar, e atendendo a que a CDU solicitou à bancada do PS que refizesse as conclusões da proposta de forma a que esta fosse um apontar de preocupações em relação à realização da recuperação do Parque Infantil e não o admitir que as referidas obras não seriam concretizadas.
- Considerando que a Bancada do PS não aceitou as propostas de alteração da CDU, que mais não eram do que eventuais esclarecimentos a fim de melhor se entender a situação. Fomos forçados a votar contra.
- Na realidade é evidente que Queluz não é uma prioridade para esta Câmara Municipal, o investimento aqui efectuado nos últimos anos tem sido deficitário, ficando muito longe das necessidades reais da Freguesia.
Para que fique claro, a CDU não esteve nem está contra a recuperação do Parque Infantil, a CDU esteve e estará contra todas as propostas e moções que apenas sirvam para criar confusão e que não visem de forma clara a resolução dos problemas da Freguesia de Queluz. A CDU votou favoravelmente uma outra moção (também apresentada pelo PS) sobre as obras de Requalificação da Av. Miguel Bombarda por entender que a mesma tinha a sua razão de ser.
Não queremos de deixar de lembrar que foi a CDU através da vereadora Guadalupe Gonçalves quem em 2002 avançou para o início para a execução da famigerada obra desta Avenida.
A CDU não quer, nem será, envolvida numa guerra entre o PS e a Coligação Mais Sintra (PSD/CDS), lembramos aliás que durante os dois últimos mandatos o PS (com maioria no Executivo da Junta) nada fez para que as obras à muito prometidas para Queluz fossem concretizadas.

A Freguesia de Queluz, merece e exige da parte dos seus autarcas uma outra responsabilidade, e um outro grau de exigência na defesa dos seus interesses.

Pela rápida recuperação do Jardim Infantil do Jardim Conde Almeida Araújo!
Pela Construção de um Novo Centro de Saúde em Queluz

Petição contra portagens IC16/IC30

Amigos

Está a decorrer no Concelho de Sintra uma petição online contra a colocação de portagens no IC16/IC30. Quando tudo fazia prever que o calvário do IC19 estava a terminar, com a construção desta alternativa, eis mais um presente envenenado. Assinem e divulguem porque isto é do interesse de todos.


O Site para assinar a petição é:

http://www.petitiononline.com/IC16IC30/petition.html

segunda-feira, 16 de março de 2009

Queluz não aos parquimetros

CDU de Queluz reafirma o não aos Parquímetros.
Realizou-se na passada terça-feira, dia 17 de Fevereiro, a Assembleia de Freguesia Extraordinária de Queluz, em que o principal ponto a ser discutido foram os projectos de regulamentos específicos do estacionamento de duração limitada nas zonas de Queluz-Estação, Queluz-Avenida Miguel Bombarda, Queluz-Alameda, Queluz-Mercado.
A sala multiusos Dr. Fernando Ribeiro Leitão foi pequena para acolher toda a população que quis participar nesta Assembleia. Muitos dos munícipes não conseguiram passar da porta de entrada.
A CDU salienta e congratula-se pela elevada participação e intervenção da população na Assembleia de Freguesia, facto que não tinha lugar há muitos anos. No entanto, não podemos deixar de afirmar o papel que a CDU teve em todo este processo levando a discussão para a rua, promovendo um encontro com a população, ao contrário do que a Câmara Municipal de Sintra e a Junta de Freguesia de Queluz pretendiam e que correspondia a uma discussão pública fechada nas paredes institucionais, publicada em Diário da República, mas passando ao lado do grosso dos habitantes da Freguesia.
Na Assembleia ficou clara a posição de quem defende de maneira intransigente a criação de parquímetros em Queluz, como o PS o faz, chegando mesmo a propor a colocação de parquímetros em áreas não previstas nas propostas em discussão, ou a passagem de lugares de estacionamento de residentes para lugares de utilização mista.
A CDU reitera mais uma vez que estes projectos visam a colocação de parquímetros de forma isolada, sem que seja considerada a resolução do problema global do trânsito e estacionamento em Queluz, nomeadamente no que diz respeito à circulação automóvel que se efectua na freguesia, à criação de novos parques de estacionamento, à requalificação dos espaços por forma a privilegiar o peão, à reformulação dos transportes públicos rodoviários e ferroviários.
A CDU afirmou nesta Assembleia que as propostas de projectos de regulamento específico de estacionamento de duração limitada na freguesia de Queluz, não irão criar mais lugares de estacionamento. Irão diminuir as áreas em que os habitantes da Freguesia podem estacionar de forma gratuita. Os problemas de Trânsito e Estacionamento não se resolvem com a criação de estacionamento pago, mas antes com a realização de um estudo de toda a circulação automóvel, ciclovia e pedonal.
A CDU considera ainda que nas propostas apresentadas não há fundamentação sobre a escolha das ruas a tarifar e que da análise às plantas das zonas a regulamentar fica a ideia de que a escolha foi efectuada de forma aleatória, não havendo referência ao número de lugares de estacionamento para residentes e de rotação.
Em resultado do encontro realizado pela CDU no passado sábado (dia 14 de Fevereiro) e das intervenções da população contra os Parquímetros, a CDU tudo fará para que a vontade inequívoca da população em relação a esta matéria seja tida em conta.
Assim, o que se concluiu na Assembleia Freguesia realizada, e, como o Sr. Presidente deste órgão afirmou é que a maioria das bancadas da Assembleia considera que não existem as condições necessárias para avançar com os projectos. Isto constitui uma vitória da população, da sua mobilização e capacidade de exigência.Para a CDU, a luta contra a colocação dos parquímetros não termina. Continuaremos a recolher assinaturas dos moradores e comerciantes contra esta medida, e comprometemo-nos a tudo fazer para que os parquímetros não sejam uma realidade em Queluz.

Quinta Nova - Queluz


A Quinta Nova da cidade de Queluz é propriedade do Estado, classificada como imóvel disponível para rentabilização nos termos previstos na Lei de Programação das Infra-Estruturas Militares. Localiza-se entre o Palácio de Queluz, o IC 19 e o quartel do Exército. Pela falta de alternativas tornou-se, há muito tempo, num espaço de lazer apreciado por praticantes de jogging e caminhada.

A Quinta Nova de Queluz é atravessada pela ribeira aves e é ocupada por uma mata densa, cruzada por caminhos de terra batida e composta por espécies arbóreas de grande porte, com destaque para pinheiros e sobreiros, além de grande variedade de arbustos. Para além disso tem uma zona de antigas hortas e dispõe de um complexo sistema de rega assente em dois tanques de pedra de grandes dimensões e num aqueduto de arcos que transporta a água das minas na mata. Destaca-se ainda o centenário miradouro encostado ao IC19.

Há 70 anos que a Quinta Nova é ocupada pela empresa Estradas de Portugal que recentemente chegou a fazer um investimento público avultado na reabilitação no antigo edifício tomou agora a decisão de concentrar todas os serviços nas instalações para Almada. Com esta mudança de instalações assiste-se ao primeiro passo para que a Quinta Nova de Queluz fique disponível para a "rentabilização nos termos previstos na Lei de Programação das Infra-Estruturas Militares."

Na 27.ª Reunião Ordinária Privada da Câmara Municipal de Sintra realizada nos Paços do Concelho, no dia 16 de Janeiro de 2003, foi apresentada a Proposta n.º 16 – GG/2003, subscrita pela Vereadora Guadalupe Gonçalves, a qual pretendia “Aprovar o Estudo Preliminar de Intervenção Urbana na Praça do Palácio de Queluz, Quinta da Matinha e Área Adjacente ao Bairro Almeida Araújo para se iniciarem os contactos com as diversas entidades envolvidas, designadamente IPPAR, INAG, IEP e ICN”. A proposta foi aprovada por unanimidade, estando presentes todos os vereadores em representação de todas as forças políticas de então.

Em suma, no âmbito da intervenção Operacional Estratégica de Queluz pretendia-se criar uma malha verde ligada ao “Continuum naturale”, concretizando ainda acções de reabilitação urbana na zona e criação de percursos pedonais entre as áreas verdes urbanas e os Vales da Ribeiras do Jamor e Carenque.

Dessa proposta foram concluídas algumas intervenções que muito beneficiaram a freguesia de Queluz mas não se conseguiu avançar na transformação de Parque Urbano para usufruto pleno da população os terrenos pertencentes à Quinta Nova.

Assim, a CDU recomenda que a Câmara Municipal de Sintra recupere a proposta 16-GG/2003 e encete as negociações com as EP para a transformação da Quinta Nova em Parque Urbano, dado assim continuidade à proposta aprovada por unanimidade relativa à Intervenção Operacional Estratégica de Queluz.

As minhas fotos

As minhas fotos
Reflexo