Uma visão do que me rodeia

Sempre que escrevo neste blog, será sempre a minha visão pessoal e politica do que se passa á minha volta e no meu dia a dia, nada mais do que isso.

Serra da Freita - distrito Viseu

Serra da Freita - distrito Viseu
Frecha da Mizarela - a sua beleza vale o desvio pela serra.

segunda-feira, 16 de março de 2009

Queluz não aos parquimetros

CDU de Queluz reafirma o não aos Parquímetros.
Realizou-se na passada terça-feira, dia 17 de Fevereiro, a Assembleia de Freguesia Extraordinária de Queluz, em que o principal ponto a ser discutido foram os projectos de regulamentos específicos do estacionamento de duração limitada nas zonas de Queluz-Estação, Queluz-Avenida Miguel Bombarda, Queluz-Alameda, Queluz-Mercado.
A sala multiusos Dr. Fernando Ribeiro Leitão foi pequena para acolher toda a população que quis participar nesta Assembleia. Muitos dos munícipes não conseguiram passar da porta de entrada.
A CDU salienta e congratula-se pela elevada participação e intervenção da população na Assembleia de Freguesia, facto que não tinha lugar há muitos anos. No entanto, não podemos deixar de afirmar o papel que a CDU teve em todo este processo levando a discussão para a rua, promovendo um encontro com a população, ao contrário do que a Câmara Municipal de Sintra e a Junta de Freguesia de Queluz pretendiam e que correspondia a uma discussão pública fechada nas paredes institucionais, publicada em Diário da República, mas passando ao lado do grosso dos habitantes da Freguesia.
Na Assembleia ficou clara a posição de quem defende de maneira intransigente a criação de parquímetros em Queluz, como o PS o faz, chegando mesmo a propor a colocação de parquímetros em áreas não previstas nas propostas em discussão, ou a passagem de lugares de estacionamento de residentes para lugares de utilização mista.
A CDU reitera mais uma vez que estes projectos visam a colocação de parquímetros de forma isolada, sem que seja considerada a resolução do problema global do trânsito e estacionamento em Queluz, nomeadamente no que diz respeito à circulação automóvel que se efectua na freguesia, à criação de novos parques de estacionamento, à requalificação dos espaços por forma a privilegiar o peão, à reformulação dos transportes públicos rodoviários e ferroviários.
A CDU afirmou nesta Assembleia que as propostas de projectos de regulamento específico de estacionamento de duração limitada na freguesia de Queluz, não irão criar mais lugares de estacionamento. Irão diminuir as áreas em que os habitantes da Freguesia podem estacionar de forma gratuita. Os problemas de Trânsito e Estacionamento não se resolvem com a criação de estacionamento pago, mas antes com a realização de um estudo de toda a circulação automóvel, ciclovia e pedonal.
A CDU considera ainda que nas propostas apresentadas não há fundamentação sobre a escolha das ruas a tarifar e que da análise às plantas das zonas a regulamentar fica a ideia de que a escolha foi efectuada de forma aleatória, não havendo referência ao número de lugares de estacionamento para residentes e de rotação.
Em resultado do encontro realizado pela CDU no passado sábado (dia 14 de Fevereiro) e das intervenções da população contra os Parquímetros, a CDU tudo fará para que a vontade inequívoca da população em relação a esta matéria seja tida em conta.
Assim, o que se concluiu na Assembleia Freguesia realizada, e, como o Sr. Presidente deste órgão afirmou é que a maioria das bancadas da Assembleia considera que não existem as condições necessárias para avançar com os projectos. Isto constitui uma vitória da população, da sua mobilização e capacidade de exigência.Para a CDU, a luta contra a colocação dos parquímetros não termina. Continuaremos a recolher assinaturas dos moradores e comerciantes contra esta medida, e comprometemo-nos a tudo fazer para que os parquímetros não sejam uma realidade em Queluz.

Sem comentários:

Enviar um comentário

As minhas fotos

As minhas fotos
Reflexo