Uma visão do que me rodeia

Sempre que escrevo neste blog, será sempre a minha visão pessoal e politica do que se passa á minha volta e no meu dia a dia, nada mais do que isso.

Serra da Freita - distrito Viseu

Serra da Freita - distrito Viseu
Frecha da Mizarela - a sua beleza vale o desvio pela serra.

sábado, 25 de abril de 2009

25 Abril


Hoje quando acordei, lembrei o longínquo dia de 1974, em que ao levantar ás 7 horas da manhã a primeira coisa que minha mãe me disse “era de que havia confusão em Lisboa”.
Mas como sempre, fiz a mesma rotina, indo apanhar o comboio das 7h29m para o Cacém, e para a vida de estudante da Escola Técnica Ferreira Dias, sem calcular que a confusão iria transbordar num novo nascer para a vida.
Chegados à escola, fomos avisados de que não havia aulas, e por este dado na minha cabeça chegou um sinal de que em Lisboa algo importante estava a acontecer, pois o não haver aulas naquela altura talvez só em caso de terramoto ou outra catástrofe natural. Pois se em 1968 com as grandes cheias que aconteceram em Queluz, as aulas nem foram suspensas, pelo menos assim podíamos fazer sorna e aproveitar esta licença forçada.
Mas com o meu amigo Acácio, passamos praticamente a manhã na estação da CP à espera que houvesse de novo circulação de comboios, e, aí através da rádio ficamos conhecedores que era um golpe de estado o que estava acontecer.
Hoje recordando todo esse tempo após a revolução de Abril, em que esperança e alegria andava na cara das pessoas, em que o futuro era construído pedra a pedra pelas nossas mãos, e, passados 35 anos ver toda esta imundice em que praticamente se volta de novo a viver, em que estes governantes, alguns que tudo devem à revolução, voltam a ser arrogantes, com a postura do eu quero posso e mando, como acontecia nesses tempos longínquos de antes 25 Abril 1974, ver tudo o que se conquistou com a revolução ser destruído, e, ver de novo os grandes grupos de monopólios económicos a serem reconstruídos, e, a miséria a avançar para o povo.
Com tudo o que consigo ver só apetece dizer que o 25 de Abril tem de acontecer de novo, cada um de nós tem de aprender a dizer aos que estão lá em cima de que nós os de baixo não queremos ser governados assim.

Viva o 25 Abril Sempre

Sem comentários:

Enviar um comentário

As minhas fotos

As minhas fotos
Reflexo