Uma visão do que me rodeia

Sempre que escrevo neste blog, será sempre a minha visão pessoal e politica do que se passa á minha volta e no meu dia a dia, nada mais do que isso.

Serra da Freita - distrito Viseu

Serra da Freita - distrito Viseu
Frecha da Mizarela - a sua beleza vale o desvio pela serra.

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Moção sobre segurança

Moção apresentada pela CDU na sessão extraordinária da Assembleia de Freguesia de Queluz, de 28 Maio de 2009.
Esta moção foi chumbada com os votos contra do Partido Socialista e da Coligação Mais Sintra.


Considerando que:

1. Tem-se assistido nos últimos meses a um aumento de criminalidade na freguesia de Queluz, a exemplo do que acontece na generalidade do País.
2. O aumento da criminalidade violenta é consequência da degradação da situação social e económica que a política deste Governo tem vindo a provocar e é potenciada pela ruptura dos programas de polícia de proximidade, traduzida na gritante escassez de agentes policiais afectos a missões de policiamento.
3. A ausência de uma resposta adequada, e eficaz, ao acréscimo da criminalidade, deve-se igualmente aos cortes orçamentais que atingem o funcionamento e operacionalidade das forças policiais, à falta de coordenação e formação adequadas e à precariedade das condições de serviço dos profissionais das polícias
4. São necessárias políticas de desenvolvimento integrado de justiça social e de melhoria da qualidade de vida – no plano económico e cultural, no plano da melhoria do espaço urbano, da criação de estruturas de apoio às famílias, às crianças e aos jovens, da inserção e defesa dos direitos dos imigrantes e das minorias étnicas, da prevenção e tratamento da toxicodependência.
5. Que as questões relacionadas com a segurança em geral só encontrarão soluções adequadas quando forem sustentadas em opções políticas de serviço público, numa polícia preventiva, próxima, com visibilidade e envolvimento das comunidades, e com uma actuação proporcionada, no respeito pela Constituição e pelos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos, incluindo os próprios profissionais de polícia.

Pelo exposto, a Assembleia de Freguesia de Queluz, na sua reunião de 28 de Maio de 2009, decide manifestar que é indispensável na actual situação alterar profundamente as orientações fundamentais da política de segurança interna e da actuação das forças policiais, que represente um salto qualitativo no policiamento de proximidade e com visibilidade, de combate resoluto ao crime organizado e violento, a modernização das Forças de Segurança, e, a dignificação do estatuto dos seus profissionais, medidas estas geradoras de uma efectiva segurança e tranquilidade para as populações, as comunidades e o País.

Sendo esta moção aprovada deverá a mesma ser remetida:
• Ao Ministro da Administração Interna.
• À Câmara Municipal de Sintra na figura do seu Presidente e Vereadores;
• à Assembleia Municipal de Sintra, na figura do seu Presidente e Deputados Municipais;

Deverá igualmente ser remetida aos órgãos de comunicação social regionais.



Queluz, 28 de Maio de 2009.

Os Vogais da CDU – Coligação Democrática Unitária

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Intervenção na Apresentação da Candidatura 16 Maio 2009



Camaradas e amigos,

Aceitei ser o cabeça de lista da CDU para as eleições autárquicas a realizar em Outubro, porque sei que a CDU é a única força política que ganhando a Junta de Freguesia de Queluz, irá ter como objectivo principal fazer com que os Queluzenses sintam como é bom viver em Queluz.

A CDU só poderá prometer agora uma coisa, o de trabalhar em prol dos habitantes de Queluz, e, tudo faremos para cumprir esta promessa ao longo dos próximos 4 anos.

Na Assembleia de Freguesia actual, eu e outros membros da CDU, temos exercido um mandato de muita intervenção e acção na procura das melhores soluções para a nossa Freguesia.

A bancada da CDU tem ao longo deste mandato, lutado através das suas intervenções, através de moções, de recomendações, e de outros meios, na esperança de que Queluz seja uma freguesia diferente da apatia a que a CMS e o actual executivo da Junta muito nos tem sujeitado.

Este executivo da Junta de Freguesia, do PS/Coligação Mais Sintra, não tem conseguido fazer uma política para que Queluz deixe de ser um dormitório, não tem conseguido traçar uma política cultural que Queluz necessita, não tem tido uma política direccionada à Juventude, não tem tido uma política direccionada aos idosos.

Assistimos a uma gestão individualista, sem auscultação dos Queluzenses, e, onde a sua participação tem sido evitada, tanto a nível das reuniões públicas da Junta de Freguesia, como também nas reuniões da Assembleia de Freguesia, tem sido pouco incentivada a participação popular. A CDU se tiver a Presidência da Junta de Freguesia tudo fará para inverter esta situação.

A CDU, como responsável pela futura governação da freguesia de Queluz, ao contrário deste executivo PS/Coligação Mais Sintra, irá promover uma política de defesa do meio ambiente, uma política que promova a participação dos habitantes da freguesia na procura de soluções para muda-la para melhor e para que seja bom viver em Queluz.

É necessário realizar uma politica direccionada para os interesses dos Jovens e dos idosos, dois sectores da população com peso na freguesia e que nos últimos anos foram esquecidos pelo actual executivo da junta.

É preciso que se faça algo para o apoio ao comércio local, nomeadamente a construção de um novo Mercado de Queluz pois cada dia que passa a sua degradação cada vez é maior, até parece que a CMS quer o seu fecho.


Na freguesia de Queluz fizemos e continuaremos a fazer com que certas medidas tomadas pela CMS e pelo executivo da Junta, nomeadamente a questão dos parquímetros, não avancem sem que haja um projecto de trânsito para Queluz, em que sejam criados os estacionamentos necessários, as requalificações de ruas e passeios, e, em que não seja privatizado o espaço público.

É de salientar todo o trabalho que a CDU de Queluz fez na informação e na mobilização da população, quando vieram à discussão pública os projectos sobre os parquímetros propostos pela CMS e pelo Executivo da Junta. Com este trabalho conseguimos mobilizar a população para a participação na Assembleia de Freguesia, e esta participação foi a mais concorrida destes últimos anos, e graças a esta mobilização conseguimos travar para já os tão famigerados parquímetros nas nossas ruas.

Lutámos e continuaremos a lutar pela construção de um novo Centro de Saúde em Queluz, pois o actual não tem condições para o atendimento da população.


Lutámos e continuaremos a lutar por outras obras necessárias para que a qualidade de vida da população seja melhorada, não só na freguesia como em toda a cidade de Queluz.

Lutámos e continuaremos a lutar para que espaços como a Mata da Matinha e a Quinta Nova sejam para usufruto da população de Queluz, e, que não se destrua toda uma mancha verde que nos congratulamos de existir em Queluz.

Junto da Câmara exerceremos pressão para que, Queluz deixe de ser, como tem acontecido ao longo destes dois últimos mandatos, uma Freguesia esquecida, não se tendo assistido por parte desta ao cumprimento das promessas de obras que já há vários anos têm sido apresentadas e sem que tivessem sido executadas, nomeadamente:

- Mercado Municipal de Queluz; Centro de Saúde de Queluz; Parque Felício Loureiro—3ª e 4ª fase; Continuação do projecto da Biblioteca Ruy Belo; Requalificação dos Moinhos da Quinta do Mirante e da Praceta Acácio Barreiros; Requalificação da Mata da Matinha; Ligação pedonal à Mata da Matinha; continuação da Estrada N117 ao longo do Rio Jamor; requalificação do Mercado Antigo de Queluz; Intervenção Urbana da Zona entre o Aqueduto e o Parque Felício Loureiro; Casa da Juventude; Edifício e o Parque Infantil do Jardim Conde Almeida Araújo; Casa onde viveu Stuart Carvalhais; Fecho do Ferro Velho na zona do Mirante; Passagem para o uso público da Quinta Nova; Requalificação do Trânsito da freguesia com a construção de novos parques de estacionamento.
A CMS volvidos quase 8 anos, desde que a Vereadora da CDU - Guadalupe Gonçalves deu ínicio ao processo de requalificação da Av. Miguel Bombarda, vem agora começar as obras. Como diz o povo vale mais tarde do que nunca!
A CDU congratula-se com esta obra, pois foi no remoto ano 2001 que CDU tendo a responsabilidade do Pelouro da Requalificação Urbana deu inicio ao projecto, mas, no entanto, não podemos deixar de lamentar a inércia com que a maioria PSD/CDS governa a Câmara.
Este projecto de requalificação da Av. Miguel Bombarda não é um acto isolado, inseria-se num projecto alargado de requalificação de Queluz. Por isso importa questionar a governação da Autarquia sobre o início das restantes obras.
A freguesia de Queluz que tem sido votada ao esquecimento pelos sucessivos governos da Câmara de Sintra, (tanto do PS, como do PSD e, do CDS), merece melhor e não pode ser só em ano de eleições que se fazem obras!

Camaradas e amigos,
Para atingirmos o resultado final, ou seja a vitória nas próximas eleições autárquicas de Outubro, temos todos de lutar e trabalhar para que seja possível a mudança na Freguesia de Queluz, e também na própria Câmara Municipal de Sintra. É preciso que a CDU tenha mais força pois só assim é que cada vez mais as lutas que iremos travar, em prol da melhoria da qualidade de vida dos habitantes de Queluz, serão vencidas.

Assim todos nós temos que nos empenhar em passar a mensagem da CDU para os nossos amigos, para os nossos vizinhos, passar a mensagem na rua onde moramos no lugar onde fazemos as compras, pois a nossa principal propaganda é a que fizermos diariamente junto da população.

E quando na véspera das eleições sentirmos que demos o nosso melhor nesta campanha, quando sentirmos que fazer mais não era possível, então estaremos de consciência tranquila e com a certeza de que os resultados da CDU nos darão uma alegria e mais força para continuar a luta, pois ela não pára no acto eleitoral de Outubro, pois este não é mais do que um passo para o resultado final desejado.

Que Queluz, seja uma freguesia em que dê gosto viver!!!

Viva Queluz!!!

Viva a Cidade de Queluz!!!

Viva a CDU

domingo, 10 de maio de 2009

Candidato à Junta de Freguesia

Aceitei com honra ser o candidato da CDU à eleição para Presidente da Junta de Freguesia de Queluz por sentir que é preciso mudar a política existente na nossa freguesia.
Sou o candidato da CDU à Junta de Freguesia de Queluz, nas eleições de Outubro, porque acho que só a CDU é que poderá fazer com que Queluz venha a sofrer uma mudança à politica que tem sido executada pelo PS nestes últimos 16 anos.
Sinto que Queluz a cada ano que passa, tem vindo a ser esquecida pelo poder existente na CMS e não tem sido defendida pelo executivos da Junta que têm governado.
É preciso que defendamos com todas as nossas forças Queluz, para isso temos que traçar objectivos para estes 4 anos que aí vêm.
Como candidato e futuro presidente da Junta comprometo-me com os eleitores a trabalhar para que Queluz sinta uma mudança, e para que cada um de nós sinta prazer em viver em Queluz.
Comprometo-me em traçar uma política para a juventude e para os idosos, duas faixas com grande influência na nossa freguesia.
Também com o comércio local procurarei criar iniciativas conjuntas para que os Queluzenses voltem a apoiar o nosso comércio, e assim tornarmos as nossas ruas mais vivas.
Uma coisa posso agora afirmar é que como presidente da Junta irei a exercer o cargo a tempo inteiro, para trabalhar em prol da nossa freguesia, pois penso que esta nossa freguesia necessita que o seu presidente esteja a tempo inteiro para poder responder ás questões dos habitantes de Queluz.
Lutarei e exercerei junto das entidades competentes, para que seja construído um novo Centro de Saúde em Queluz, seja construído um novo Mercado Municipal, para que a Mata da Matinha e a Quinta Nova sejam entregues para usufruto da população de Queluz.
Muito poderia dizer em relação à falta de obras na nossa Freguesia, mas noutra altura focarei este tema. assim hoje quero é deixar claro que me entregarei a tempo inteiro em defesa de Queluz, e desde já afirmo que Queluz só tem a ganhar com a criação de um novo Concelho, e que para isso as forças políticas têm de assumir a real necessidade de avançar com esta nossa aspiração que já existe à dezenas de anos.

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Intervenção no comício da CDU em Massamá em 08-05-2009

Camaradas e amigos,

Saúdo em nome da organização da CDU da Freguesia de Queluz a realização deste comício conjunto da nossa cidade.

Assim como fazemos esta iniciativa em comum, também a CDU sempre tem defendido que os três executivos autárquicos da cidade deviam ter uma agenda em comum para a realização de actividades pontuais para o universo da cidade de Queluz.

Até hoje, passados quase 12 anos desde a criação desta nossa cidade, os presidentes das Juntas de Queluz, Massamá, e Monte Abraão nada fizeram para que na cidade de Queluz houvesse um aproximar entre as freguesias, por exemplo, a comemoração do aniversário da criação da cidade – 24 Julho – devia ser uma manifestação condigna e não o deixar passar sem qualquer referência.

Temos todos de lutar e trabalhar para que em Outubro aconteça a mudança nestas nossas Freguesias, e também na própria Câmara Municipal de Sintra. As eleições Europeias que se realizam em Junho são também um momento importante para a nossa Cidade, é preciso que a CDU tenha mais força pois só assim é que cada vez mais as lutas que iremos travar, em prol da melhoria da qualidade de vida dos habitantes de Queluz, serão vencidas.

Na freguesia de Queluz fizemos e continuaremos a fazer com que medidas tomadas pela CMS e pelo executivo da Junta, nomeadamente a questão dos parquímetros não avance, sem que haja uma politica concertado de todo um projecto de trânsito em Queluz, em que sejam criados estacionamentos necessários, requalificações de ruas e passeios, e, em que não seja privatizado o espaço público.

Lutámos e continuaremos a lutar pela construção de um novo Centro de Saúde em Queluz (pois o actual não tem condições para o atendimento da população).

Lutámos e continuaremos a lutar por outras obras necessárias a que a qualidade de vida da população seja melhorada não só na freguesia como em toda a cidade de Queluz.

Lutámos e continuaremos a lutar para que espaços como a Mata da Matinha e a Quinta Nova sejam para usufruto da população de Queluz, e, que não se destrua toda uma mancha verde que nos congratulamos existir em Queluz.

A CDU como responsável pela futura governação da freguesia de Queluz, ao contrário deste executivo PS/Coligação Mais Sintra, irá promover uma política de defesa do meio ambiente, uma política que promova a participação dos habitantes da freguesia na procura de soluções para mudar Queluz para melhor e para que seja bom viver em Queluz.

É necessário realizar uma politica direccionada para os interesses dos Jovens e dos idosos, dois sectores da população com peso na freguesia e que nos últimos anos pouco foi feito pelo actual executivo da junta.

É preciso que se faça algo para o apoio ao comércio local, nomeadamente a construção de um novo Mercado de Queluz pois cada dia que passa a sua degradação cada vez é maior, até parece que a CMS quer é o seu fecho.

Assim todos nós temos que nos empenhar em passar a mensagem da CDU para os nossos vizinhos, passar a mensagem na rua onde moramos no lugar onde fazemos as compras, pois a nossa principal propaganda é a que fizermos diariamente junto da população.

E quando na véspera das eleições sentirmos que demos o nosso melhor nesta campanha, quando sentirmos que fazer mais não era possível, então estaremos de consciência tranquila e de certeza que os resultados da CDU nos darão uma alegria e mais força para se continuar a luta, pois ela não pára no acto eleitoral, que não é mais do que um passo para o resultado final.

Vivam as Freguesias de Queluz, Massamá, e, Monte Abraão.

Viva a Cidade de Queluz

Viva a CDU

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Recomendação Quinta Nova

Considerando que:
A Quinta Nova da cidade de Queluz é propriedade do Estado, classificada como imóvel disponível para rentabilização nos termos previstos na Lei de Programação das Infra-Estruturas Militares, localizada entre o Palácio de Queluz, o IC 19 e o quartel do Exército, e que pela falta de alternativas se tornou, há muito tempo, num espaço de lazer apreciado por praticantes de jogging e caminhada.

A Quinta Nova de Queluz é atravessada pela ribeira das aves e é ocupada por uma mata densa, cruzada por caminhos de terra batida e composta por espécies arbóreas de grande porte, com destaque para pinheiros e sobreiros, além de grande variedade de arbustos, e, para além disso tem uma zona de antigas hortas e dispõe de um complexo sistema de rega assente em dois tanques de pedra de grandes dimensões e num aqueduto de arcos que transporta a água das minas na mata, destacando-se ainda o centenário miradouro encostado ao IC19.

Há 70 anos que a Quinta Nova é ocupada pela empresa Estradas de Portugal que recentemente chegou a fazer um investimento público avultado na reabilitação no antigo edifício e tendo tomado agora a decisão de concentrar todas os serviços nas instalações em Almada.

Com esta mudança de instalações assiste-se ao primeiro passo para que a Quinta Nova de Queluz fique disponível para a "rentabilização nos termos previstos na Lei de Programação das Infra-Estruturas Militares."

Na 27.ª Reunião Ordinária Privada da Câmara Municipal de Sintra realizada nos Paços do Concelho, no dia 16 de Janeiro de 2003, foi apresentada a Proposta n.º 16 – GG/2003, subscrita pela Vereadora Guadalupe Gonçalves, a qual pretendia “Aprovar o Estudo Preliminar de Intervenção Urbana na Praça do Palácio de Queluz, Quinta da Matinha e Área Adjacente ao Bairro Almeida Araújo para se iniciarem os contactos com as diversas entidades envolvidas, designadamente IPPAR, INAG, IEP e ICN”, proposta que foi aprovada por unanimidade, estando presentes todos os vereadores em representação de todas as forças políticas de então.

Em suma, no âmbito da intervenção Operacional Estratégica de Queluz pretendia-se criar uma malha verde ligada ao “Continuum naturale”, concretizando ainda acções de reabilitação urbana na zona e criação de percursos pedonais entre as áreas verdes urbanas e os Vales da Ribeiras do Jamor e Carenque.

Dessa proposta foram concluídas algumas intervenções que muito beneficiaram a freguesia de Queluz mas não se conseguiu avançar na transformação de Parque Urbano para usufruto pleno da população dos terrenos pertencentes à Quinta Nova.

Assim, a Assembleia de Freguesia de Queluz, reunida em Assembleia Ordinária de 28 Abril de 2009, recomenda que a Câmara Municipal de Sintra recupere a proposta 16-GG/2003 e encete diligências para a transformação da Quinta Nova em Parque Urbano, dando assim continuidade à proposta aprovada por unanimidade relativa à Intervenção Operacional Estratégica de Queluz.


Sendo esta moção aprovada deverá a mesma ser remetida:
• à Câmara Municipal de Sintra na figura do seu Presidente e Vereadores;
• à Assembleia Municipal de Sintra, na figura do seu Presidente e Deputados Municipais;
Deverá igualmente ser remetida aos órgãos de comunicação social regionais.
Queluz, 28 de Abril de 2009.

Os Vogais da CDU – Coligação Democrática Unitária

Recomendação Ginásio Clube Queluz

Considerando que:
1. O Ginásio Clube de Queluz, fundado em 20 Maio de 1959, completa este ano o seu 50º aniversário.
2. Sendo uma instituição que, ao longo destes anos, tem tido uma actividade em prol da população, não só do Bairro onde se encontra situado, como de toda a Freguesia de Queluz.
3. Sendo um clube que sempre se distinguiu pelas suas actividades na área desportiva e cultural, tendo em algumas delas, nomeadamente na Ginástica e no Tiro com Arco, atingido resultados de grande nível tanto nacional como internacional.

Neste contexto, a Assembleia de Freguesia de Queluz, na sua reunião de 28 de Abril de 2009, decide aprovar uma recomendação à Câmara Municipal de Sintra, no sentido da atribuição da medalha de ouro do Concelho de Sintra ao Ginásio Clube de Queluz.

Sendo esta moção aprovada deverá a mesma ser remetida:
• à Câmara Municipal de Sintra na figura do seu Presidente e Vereadores;
• à Assembleia Municipal de Sintra, na figura do seu Presidente e Deputados Municipais;
• à Direcção do Ginásio Clube de Queluz;
Deverá igualmente ser remetida aos órgãos de comunicação social regionais.
Queluz, 28 de Abril de 2009.
Os Vogais da CDU – Coligação Democrática Unitária

Moção 1º Maio

Desde finais do Século XIX, o dia 1º Maio é considerado o Dia do Trabalhador, em homenagem à luta dos operários de Chicago brutalmente reprimidos quando lutavam em defesa de melhores condições de trabalho.
No tempo do fascismo em Portugal as manifestações que se faziam nesse dia eram brutalmente reprimidas pelas forças policiais e pela GNR a cavalo, havendo agressões, prisões e mesmo mortes.
Após o 25 Abril o 1º de Maio, sem deixar de ser um dia de luta, passou a ser também uma festa.
Este ano, em que os trabalhadores têm visto os seus direitos postos em causa,
Em que o desemprego aumenta todos os dias assustadoramente, em que o nível de vida baixou e só os ricos não sentem agravar-se as condições de subsistência, em que o novo código do trabalho veio ainda agravar a situação, o dia será, certamente, mais de luta do que de festa.
Mas à que não baixar os braços nesta luta diária, a desistência não pode ter lugar nas nossas vidas.
Face ao exposto, a Assembleia de Freguesia de Queluz, na sua reunião de 28 de Abril de 2009, manifesta a sua solidariedade com aqueles para quem o desemprego é uma dura realidade e saúda todos os trabalhadores na certeza de que a luta pelos direitos e pela justiça levarão, inevitavelmente, a um futuro mais risonho.
Exorta-os ainda a participar nas, certamente, grandiosas manifestações que se irão realizar no 1º de Maio.
Viva 1º de Maio
Vivam os trabalhadores
Viva Portugal

Sendo esta moção aprovada deverá a mesma ser remetida:
• à Câmara Municipal de Sintra na figura do seu Presidente e Vereadores;
• à Assembleia Municipal de Sintra, na figura do seu Presidente e Deputados Municipais;
• à CGTP – Confederação Geral Trabalhadores Portugueses;
• à UGT – União Geral Trabalhadores;

Deverá igualmente ser remetida aos órgãos de comunicação social regionais.



Queluz, 28 de Abril de 2009.

Os Vogais da CDU – Coligação Democrática Unitária

Moção 25 Abril

A 25 de Abril de 1974 Portugal acordou de um pesadelo de 48 anos de ditadura fascista, para uma nova era de Liberdade.
Um grupo de heróicos capitães e de outros militares deitou por terra a tristeza, o cinzentismo, o desalento em que o nosso povo vivia, pondo ainda fim a uma guerra iníqua que vitimou tantos jovens, quer portugueses, quer dos povos que reivindicavam a seu direito à Liberdade.
Durante os 48 anos do chamado “Estado Novo”, muitos lutaram para manter acesa a esperança na Liberdade, desde os que procuravam espalhar informação sobre o que se passava no País e no estrangeiro, aos que usavam a escrita e a canção como uma arma, até aqueles que, por delito de opinião, foram presos, torturados e mortos.
Passaram 35 anos; as condições de vida do povo português estão muito longe daquelas com que sonhámos então.
Como Sérgio Godinho diz:
- Só há Liberdade a sério quando houver
- Paz
- Pão
- Educação
- Saúde
- Habitação
Ora, além de vermos o nível de vida a descer diariamente, com a vaga de despedimentos, o aumento do desemprego, a degradação do Serviço Nacional de Saúde, da Educação e da Justiça, assistimos ainda, frequentemente, a um branqueamento do fascismo e das suas figuras de proa de uma forma afrontosa.
Os democratas, das mais diversas tendências, não podem ficar indiferentes a esta situação.
Há que manter viva a memória do que era o fascismo para que todos, novos e velhos, tenham plena consciência do valor da Liberdade.
Há que devolver os valores e os direitos que estão a ser roubados, e não permitir qualquer retorno ao passado.
E há que manter a esperança num futuro melhor que há-de vir, se por ele lutarmos.
Pelo exposto a Assembleia de Freguesia de Queluz, na sua reunião de 28 de Abril de 2009, saúda:
- todos os resistentes ao fascismo;
- os valorosos militares de Abril;
- todos os que continuam a lutar em defesa dos ideais da Revolução dos cravos.

Viva o 25 de Abril
Viva Portugal
Sendo esta moção aprovada deverá a mesma ser remetida:
• à Associação 25 de Abril;
• à Câmara Municipal de Sintra, na figura do seu Presidente e Vereadores;
• à Assembleia Municipal de Sintra, na figura do seu Presidente e Deputados Municipais;
• à Associação de Deficientes das Forças Armadas;

Deverá igualmente ser remetida aos órgãos de comunicação social regionais.

Queluz, 28 de Abril de 2009.
Os Vogais da CDU – Coligação Democrática Unitária

Moção Censura à Câmara Municipal de Sintra

No dia 28 de Abril em reunião ordinária da Assembleia de Freguesia, a bancada da CDU, apresentou uma moção de censura à Câmara Municipal de Sintra.
Dada a sua importância transcrevemos na íntegra o texto da moção apresentada:
“Considerando que:
1. Queluz tem sido uma Freguesia esquecida por parte da Câmara Municipal de Sintra, não se tendo assistido por parte desta ao cumprimento das promessas de obras que já há vários anos têm sido apresentadas e sem que tivessem sido executadas, nomeadamente:
- Mercado Municipal de Queluz; Centro de Saúde de Queluz; Parque Felício Loureiro—3ª e 4ª fase; Continuação do projecto da Biblioteca Ruy Belo; Requalificação dos Moinhos da Quinta do Mirante e da Praceta Acácio Barreiros; Requalificação da Mata da Matinha; Ligação pedonal à Mata da Matinha; continuação da Estrada N117 ao longo do Rio Jamor; requalificação do Mercado Antigo de Queluz; Intervenção Urbana da Zona entre o Aqueduto e o Parque Felício Loureiro; Casa da Juventude; Edifício e o Parque Infantil do Jardim Conde Almeida Araújo.
2. Continuam sem andamento outros projectos para Queluz, nomeadamente:
- Casa onde viveu Stuart Carvalhais; Fecho do Ferro Velho na zona do Mirante; Passagem para o uso público da Quinta Nova;
Requalificação do Trânsito da freguesia com a construção de novos parques de estacionamento.
Neste contexto, a Assembleia de Freguesia de Queluz, na sua reunião de 28 de Abril de 2009, decide aprovar um voto de censura ao executivo camarário por toda a falta de investimento nesta freguesia.”

Ao apresentar esta moção a CDU pretendeu, sobretudo, alertar para a falta de investimento tão necessário para a requalificação da nossa Freguesia.
Foi pena que graças aos votos contra da Coligação Mais Sintra e à abstenção do PS esta moção tenha sido chumbada, é, estranho que o PS que tanto diz que a CMS não transfere as verbas necessárias e que não faz as obras que Queluz precisa, perante uma moção de condenação da politica da Câmara, não tenha votado a favor.
Esperamos que um novo ciclo de realização de obras comece, a Freguesia de Queluz, que tem sido votada ao esquecimento pelos sucessivos governos da Câmara PS/PSD/CDS, merece melhor! Não pode ser só em ano de eleições que se fazem obras!

As minhas fotos

As minhas fotos
Reflexo