Uma visão do que me rodeia

Sempre que escrevo neste blog, será sempre a minha visão pessoal e politica do que se passa á minha volta e no meu dia a dia, nada mais do que isso.

Serra da Freita - distrito Viseu

Serra da Freita - distrito Viseu
Frecha da Mizarela - a sua beleza vale o desvio pela serra.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Moção sobre a Saúde.

Foi apresentada e aprovada pelos vogais da CDU, na Assembleia de Freguesia de Queluz do passado dia 26 Abril 2010, a seguinte moção:

Moção:

Considerando que a saúde pública é um bem essencial e um direito consagrado constitucionalmente;

Considerando que a Saúde no concelho de Sintra foi um dos temas em destaque na campanha para as eleições autárquicas de Outubro de 2009, tendo-se verificado amplos consensos entre as diversas forças políticas concorrentes aos órgãos municipais em Sintra.

Considerando que Sintra é o segundo concelho mais populoso do País.

Considerando que Queluz é uma freguesia com uma população residente bastante envelhecida.

Considerando que o Hospital Amadora-Sintra é claramente insuficiente para servir as populações dos concelhos de Sintra e da Amadora, cuja situação de resposta na prestação de cuidados de saúde hospitalares se agrava face às dezenas de milhares de utentes sem médico de família nos dois municípios;

Considerando que alguns dos centros de saúde do concelho, funcionam em prédios de habitação sem condições para a prática da medicina, como é o caso do de Queluz – Extensão Lusíadas;

Considerando que existem no concelho de Sintra mais de 125.000 utentes sem médico de família;

Considerando que em sede de PIDDAC, a proposta de orçamento geral do estado para 2010, nada contempla em termos de investimentos de infra-estruturas para a resolução deste grave problema, apesar de ano após ano, o PCP, o propor em sede própria;

A Assembleia de Freguesia de Queluz, reunida em Sessão Ordinária no dia 26 de Abril de 2010, exige ao Governo:

·        A construção urgente de um hospital, com o número de camas para suprir as necessidades dos utentes no concelho de Sintra, de Gestão Pública, com lançamento do respectivo processo, durante o ano de 2010.

·        A construção de novos centros de saúde, em Queluz, Belas, Mem-Martins, Abrunheira, Rinchoa / Fitares e Tapada das Mercês.

·        A colocação imediata de um número suficiente de médicos de família, para as necessidades existentes na cidade de Queluz.

·        A abertura até às 24 horas, do centro de Saúde de Queluz – Extensão Lusíadas.

Se aprovada, enviar a:
       - Junta de Freguesia de Queluz;
       - Assembleia Municipal e Câmara Municipal de Sintra;
       - Ministério da Saúde;
       - Grupos Parlamentares da Assembleia da República;
       - Órgãos da Comunicação Social Regional;

                                              Queluz, 26 de Abril de 2010

                                                                       Moção apresentada pelos Membros da Bancada da CDU
 
Esta moção foi aprovada com os votos favoráveis de todos os partidos representados na Assembleia, excepto o PS.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Assembleia de Freguesia do dia 26 Abril 2010

Fazendo um breve resumo da Assembleia de Freguesia do passado dia 26, um ponto a salientar é a da participação do público, que apesar de serem uma dúzia, não deixaram de ser interventivos nalguns assuntos que os afectavam e que queriam algumas respostas.
Não quero deixar de mais uma vez apelar à uma participação nestas sessões, ou, nas reuniões públicas da Junta de Freguesia de Queluz, porque quanto mais os cidadãos participarem e intervirem com queixas, sujestões, e, até com soluções para os problemas que afectam todos nós, maior é a possibilidade de se pressionar as entidades competentes para que os resolvam.
De salientar a aprovação de 4 moções da CDU (uma sobre a Saúde no Concelho, uma sobre o 25 Abril, uma sobre o 1º Maio, e, finalmente uma sobre a Comemoração dos 100º Aniversário do Dia Internacional das Mulheres).
Próximamente irei colocar neste blog estas moções para um maior conhecimento dos seus conteúdos.
Também relativamente aos pontos da Ordem de trabalhos, foram aprovados todos os documentos apresentados, nomeadamente A conta gerência 2009, Inventário 2009, 1ª Revisão Orçamental 2010, 1ª revisão ao PPA, 1ª revisão ao PPI, Tabela de Taxas, Regulamento do Cemitério, e, Regimento da Assembleia de Freguesia.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Breves pensamentos

Podemos gostar ou não gostar, de iniciativas que são feitas, mas depreciá-las sem procurar obter informações antes de noticiarmos estas actividades, só faz com que se emitam opiniões que podem em vez de incentivar as pessoas a participarem, façamos com que elas sejam desmotivadas à partida.
Estas palavras são escritas para comentar a notícia que foi escrita sobre a feira de artesanato que se realizou no Jardim Conde Almeida Araújo, que dizia nomeadamente:
"Está a decorrer uma feira de artesanato na Praça Conde Almeida Araújo* em frente à Junta de Freguesia de Queluz. A feira termina às 18H00. Trata-se de uma pequena feira com pouca variedade organizada pela GAVE. Desconhece-se o motivo para a participação de tão poucos artesãos.
*apesar da Junta chamar ao espaço jardim, consideramos que o local é uma praça."

Não quero deixar de escrever alguns considerandos sobre estas palavras.
Assim em primeiro lugar apesar de não ter na altura estado de acordo com a remodelação executada pela Câmara Municipal de Sintra em vésperas eleitorais no tempo do executivo da Presidenta Edite Estrela, que transformou um Jardim numa alameda, não é por isso que se deverá deixar de chamar ao espaço o Jardim Conde Almeida Araújo. Devemos é lutar para que se venha a executar um projecto em que transforme este espaço num verdadeiro espaço de lazer para os Queluzenses.
Em segundo lugar que a feira é pequena, é verdade mas não é por isso que se deixará de fazer, pois se formos teimosos, poderemos vir a transformá-la com persistência numa actividade com outra estrutura, e, é isso que devemos ter em mente.
Quanto à participação de só estes artesãos, de lembrar que esta associação tem à volta de 80 sócios, mas que também existem outras actividades semelhantes, e, que eles se dividirão por vários sítios.
Penso que devemos cada vez mais permitir aos cidadãos, que venham para as ruas de Queluz nos seus tempos de lazer apreciar actividades que lhes permitam saborear um pouco do bom que a vida tem. Sejam  pequenas feiras, seja outro tipo de actividades como sessões de poesia, de teatro, sessões onde sejam informados sobre diversos temas que nos aparecem todos os dias.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Reunião Publica Junta Queluz - Assembleia de Freguesia de Queluz

Segunda-Feira dia 26 de Abril, pelas 18h30m, irá realizar-se mais uma reunião pública da Junta de Freguesia de Queluz. Esta reunião terá lugar nas Instalações da Junta de Freguesia.

Também na segunda feira 26 Abril pelas 21 horas, vai se realizar uma Assembleia de Freguesia de Queluz. Terá lugar na Sala Multiusos Dr. Fernando Ribeiro Leitão - Rua Combatentes da Grande Guerra (Antigas Instalações da Junta de Freguesia).

Mais uma vez faço o apelo para a participação dos Queluzenses nestes actos, onde se discutem os problemas da nossa Freguesia.
O período de intervenção do público é de 30 minutos antes do inicio da ordem de trabalhos, para os quais se poderão inscrever no início das sessões.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

As Famosas Notificações

No local do acidente esteve o presidente da Câmara de Sintra, Fernando Seara. "A Câmara de Sintra, há bem pouco tempo, tinha feito essa notificação. O terreno é privado e o meu departamento de fiscalização notificou pessoalmente o proprietário. Agora o nível de responsabilidade tem que ser apurado", adiantou o autarca.


Mais uma vez se vê que a falta de respostas às notificações da Câmara, é uma realidade do nosso dia a dia, sempre que há um acidente como o que aconteceu agora em Agualva-Cacém vem ao de cima que não é só uma questão de notificar quem está em contravenção, mas, que se deveria poder ser mais rápido a exercer pressão sobre os notificados para que actuassem na resolução do problema.

Também se assiste na nossa freguesia a casos que poderão dar resultados de consequências funestas, e, que já por muitas vezes têm vindo ao conhecimento da opinião publica e das entidades competentes.

Assim temos muros que ameaçam cair, e, que a solução existente é a colocação de uma rede para evitar que as pessoas caminhem no passeio adjacente ao muro.

Edifícios degradados só com as paredes em pé, que são seguros por vigas de ferro como se essa emenda fosse a suficiente para as manter. Porque não obrigar a que sejam demolidos esses edifícios e devidamente murados e assim precaver alguma possível desgraça.

Viaturas destruídas e abandonadas, que algumas servem de brincadeira a crianças que aproveitam para as andar a empurrar fingindo serem um verdadeiro piloto de automóveis.

A questão principal não é o de fazer notificações, e, assim passar um pouco as responsabilidades para o outro. A questão principal é que o problema existente tem que ser solucionado o mais rápido que seja possível, para que não aconteçam estes acidentes com resultados trágicos, e, mais uma vez todos venham a lamentar.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Obras Av. Miguel Bombarda III

Mais uma vez venho falar das obras que estão a ser executadas na Av. Miguel Bombarda, para alertar antes que estas sejam finalizadas e que a Câmara Municipal de Sintra faça o pagamento devido ao empreiteiro.
Dois assuntos me chamaram a atenção desta vez.















O primeiro que vou abordar é a questão das passadeiras agora colocadas. De salientar que antes das obras existiam mais passadeiras na Avenida do que as que agora foram assinaladas, o que leva a que o peão cada vez se sinta menos protegido, pois a boa condução que é proporcionada por quem (sobretudo condutores que não moram neste local) usa a Avenida para autêntica pista de corridas. Assim vemos que os  moradores, muitos com uma certa idade têm grandes dificuldades para atravessarem esta rua.
Por isso é necessário a colocação de mais passadeiras (como já é pedido num abaixo assinado que está a ser feito na zona), antes que mais acidentes aconteçam. 

O segundo assunto que quero abordar é a maneira como os passeios foram executados. Quem por lá passa vê a má execução do trabalho que foi efectuado, desde a colocação da pedra na calçada, em que se assiste a várias ondulações do que deveria ser uma calçada portuguesa, até, as pedras ficarem mal colocadas com a criação de pequenos bicos salientes. Acho que a Câmara deve ser mais exigente relativamente à qualidade da obra executada. O resultado que vemos nestes passeios deve-se sobretudo à questão de se ter querido executar a obra com grande rapidez, e, o que vemos é que mais cedo ou mais tarde vai que se ter de intervir para emendar os erros que foram feitos agora.  

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Obras Rua 31 Janeiro - Queluz

Na rua 31 de Janeiro desde o inicio do mês de Março que o empreiteiro Visabeira começou a executar uma obra (penso que de arranjo da rede electrica). No dia 16 de Março (foto em cima), era assim que estava o passeio afectado por esta obra, com todos os transtornos para os moradores.
Mas o que mais está a fazer com que as pessoas protestem é que passado um mês, hoje 16 de Abril ainda o passeio está sem ser arranjado (ver foto de baixo), estando já assim praticamente à duas semanas.
Será que a Câmara Municipal de Sintra não pode intervir junto do empreiteiro para que o passeio seja recolocado como estava antes da execução da obra o mais rápidamente que seja possível. Os moradores agradecem

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Feira do Artesanato

No próximo dia 24 de Abril (Sábado), no Jardim Conde Almeida Araújo, decorre entre as 10h00 e as 18h00 mais uma feira de artesanato organizada pela Associação GAVE, Grupo de Artista do Vale de Eureka, e, com o apoio da Junta de Freguesia de Queluz.

Vai poder contemplar trabalhos de diversas áreas como Escultura, Bijutaria, Trapologia, Pirogravura, Pintura, Artes Decorativas, Barro, Tecido, Artes Decorativas, Fimo, Estanho, Arte Sacra, Bordados e Rendas.

Esta Feira irá realizar-se no último sábado de cada mês.

terça-feira, 13 de abril de 2010

Obras do SMAS - Rede abastecimento de água

Penso que a empreitada de remodelação da rede de abastecimento de água de Monte Abraão, que está a avançar após a assinatura do contrato no dia 8 de Abril entre a Câmara Municipal de Sintra e o empreiteiro Oliveiras - Engenharia de Contruções, é, uma obra que irá beneficiar a Cidade de Queluz.
Agora fico à espera de que a Freguesia de Queluz, não seja esquecida, e que venha a ser uma próxima prioridade da parte da Câmara Municipal e do SMAS, para que a remodelação da sua rede de abastecimento de água, venha também a ser uma realidade.

terça-feira, 6 de abril de 2010

Eco Roteiro - Consumo Eficiente de Energia Eléctrica

Não quero deixar de chamar a atenção para a sessão que a Junta de Freguesia de Queluz em colaboração com a Câmara Municipal de Sintra e o Gabinete Ames, promove no dia 10 de Abril pelas 15h00, no Salão Multiusos Dr. Fernando Ribeiro Leitão, uma Sessão de Esclarecimento sobre o tema “Consumo Eficiente de Energia Eléctrica”.
Esta sessão tem como objectivo sensibilizar os cidadãos para a redução do consumo de energia no sector doméstico, apresentando diversas soluções, nomeadamente qualidade de isolamento, utilização de equipamentos mais eficientes e promoção de energias renováveis. No final serão distribuídas algumas lâmpadas economizadoras.


A Sala Multiusos da Junta de Freguesia de Queluz - Dr. Fernando Ribeiro Leitão, fica situada na Rua dos Combatentes da Grande Guerra nº40 r/c Queluz.

Desde já apelo à vossa participação

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Obras Av. Miguel Bombarda II

Voltando às obras na Av. Miguel Bombarda, verificamos que apesar de se terem gasto perto de 1,5 milhões de Euros, não houve o cuidado de se ter procedido à ligação dos canos dos algerozes dos prédios directamente para o alcatrão, tendo deixado que esta água vinda dos telhados, e, também dos pequenos espaços verdes criados, seja descarregada directamente nos passeios o que fará com que estes mais tarde tenham alguns problemas, e, que as pessoas levem com esta água directamente nos pés.


Terá sido má planificação, ou o empreiteiro não fez a obra como deveria ter executado. A fiscalização da obra e a Câmara ainda estão a tempo de intervir.

As minhas fotos

As minhas fotos
Reflexo