Uma visão do que me rodeia

Sempre que escrevo neste blog, será sempre a minha visão pessoal e politica do que se passa á minha volta e no meu dia a dia, nada mais do que isso.

Serra da Freita - distrito Viseu

Serra da Freita - distrito Viseu
Frecha da Mizarela - a sua beleza vale o desvio pela serra.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Breves pensamentos

Podemos gostar ou não gostar, de iniciativas que são feitas, mas depreciá-las sem procurar obter informações antes de noticiarmos estas actividades, só faz com que se emitam opiniões que podem em vez de incentivar as pessoas a participarem, façamos com que elas sejam desmotivadas à partida.
Estas palavras são escritas para comentar a notícia que foi escrita sobre a feira de artesanato que se realizou no Jardim Conde Almeida Araújo, que dizia nomeadamente:
"Está a decorrer uma feira de artesanato na Praça Conde Almeida Araújo* em frente à Junta de Freguesia de Queluz. A feira termina às 18H00. Trata-se de uma pequena feira com pouca variedade organizada pela GAVE. Desconhece-se o motivo para a participação de tão poucos artesãos.
*apesar da Junta chamar ao espaço jardim, consideramos que o local é uma praça."

Não quero deixar de escrever alguns considerandos sobre estas palavras.
Assim em primeiro lugar apesar de não ter na altura estado de acordo com a remodelação executada pela Câmara Municipal de Sintra em vésperas eleitorais no tempo do executivo da Presidenta Edite Estrela, que transformou um Jardim numa alameda, não é por isso que se deverá deixar de chamar ao espaço o Jardim Conde Almeida Araújo. Devemos é lutar para que se venha a executar um projecto em que transforme este espaço num verdadeiro espaço de lazer para os Queluzenses.
Em segundo lugar que a feira é pequena, é verdade mas não é por isso que se deixará de fazer, pois se formos teimosos, poderemos vir a transformá-la com persistência numa actividade com outra estrutura, e, é isso que devemos ter em mente.
Quanto à participação de só estes artesãos, de lembrar que esta associação tem à volta de 80 sócios, mas que também existem outras actividades semelhantes, e, que eles se dividirão por vários sítios.
Penso que devemos cada vez mais permitir aos cidadãos, que venham para as ruas de Queluz nos seus tempos de lazer apreciar actividades que lhes permitam saborear um pouco do bom que a vida tem. Sejam  pequenas feiras, seja outro tipo de actividades como sessões de poesia, de teatro, sessões onde sejam informados sobre diversos temas que nos aparecem todos os dias.

Sem comentários:

Enviar um comentário

As minhas fotos

As minhas fotos
Reflexo